sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Sexta de música #12

A indicação musical dessa semana é o último trabalho do cantor Phil Collins, "Going Back", lançado em setembro de 2010, com regravações de sucessos da Motown Records dos anos 60.


Além da capa gracinha, as releituras das músicas ficaram ótimas: têm swing e são muito envolventes. Não há como ouvir o álbum e não ficar com vontade de sair dançando! Logo na primeira faixa ouvimos "Girl (Why you wanna make me blue)", originalmente gravada pelo grupo The temptations, e o ritmo é tão envolvente que, no mínimo, você vai querer acompanhar estalando os dedos.

A segunda canção, "(Love is like a) Heatwave", é envolvente e tem uma letra romântico-inocente, típica das baladas da década de 60. A versão original é de Martha & Vandellas, e Phil reproduziu quase que totalmente o arranjo nessa sua gravação, deixando-as bem parecidas. 

Em "Uptight (everything's alright)", de Bill Cosby, terceira faixa do trabalho, há uma leve desaceleração do ritmo com relação ao original.

Na baladinha romântica "Some of your lovin" é possível constatar porque o cantor fez tanto sucesso nos anos 80 cantando exatamente esse tipo de música (como "One more night" - 1985 - e "Against all odds" - 1984); ele tem uma voz suave que combina com esse estilo de canção. Impossível ouvir e não se imaginar dançando nos bailes dos anos 60.

O trabalho conta ainda com versões dos sucessos "Papa was a Rolling Stone", do The Temptations, "Loving you is sweeter than ever", do grupo Four Tops e "Going to a go-go", gravada originalmente pelos "The Miracles", e depois regravada também por Elton John e Rolling Stones.


Em algumas músicas a voz rouca de Phil diferencia bastante das gravações originais, onde alguns cantores possuíam um timbre mais agudo, mas isso não diminui a qualidade das canções, pelo contrário, dá uma roupagem totalmente nova a elas, trazendo-as para mais próximo da nossa realidade musical atual.


Infelizmente, para tristeza dos fãs, Phil Collins anunciou em maio de 2008 que iria encerrar sua carreira de músico, devido a alguns problemas de audição, nas cordas vocais e sequelas de uma cirurgia na coluna vertebral que o deixou sem sensibilidade nas pontas dos dedos, impedindo-o de tocar bateria. Ele só fez esse último trabalho como uma homenagem aos músicos dos anos 60, dos quais ele é muito fã. 


Enfim, mais um vídeo para meus leitores queridos curtirem e embalarem essa senta-feira meio enjoadinha, rs. "(Love is like a) Heatwave" é, sem dúvidas, a minha preferida desse álbum.

Um comentário:

  1. Oie!
    Adoro a voz do Phil Collins, tão gostosa de ouvir <3

    Uma pena mesmo que ele tenha parado, né :(

    Beijooo!

    Ju
    Praticamente Inofensivo ;)

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!