sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Sexta de música #39: Rock in Rio - primeira parte


Esse Rock in Rio tem dado o que falar, desde o anúncio das atrações até agora, faltando apenas 4 dias para o encerramento, quando o Ministério Público tenta cancelar o festival por ter detectado falta de higiene no local, e outras falhas que podem prejudicar o público presente. A essa altura, acho que nada acontecerá, então, vamos a música!

No primeiro final de semana do festival muita gente boa marcou presença, se não pelo palco principal, passaram pelo palco Sunset, onde em geral encontramos um público mais seleto e em número bem reduzido. Pelo que pude assistir, o rock de verdade se concentrou nesse palco, deixando o Mundo para as grandes atrações, aquelas que atraem maior público e enchem de dinheiro os bolsos dos organizadores do RiR.


Meus destaques dos primeiros dias de shows foram: a banda brasileira Autoramas, que levantou a galera e abriu caminho para a incrível apresentação de Marky Ramone, que veio logo em seguida e quebrou tudo com grandes clássicos dos Ramones cantados por Michael Graves. Mais tarde nessa mesma noite ainda rolou o show do Offsprings, que com certeza teria espaço e público no palco Mundo.

Outra banda muito interessante que ficou em segundo plano foi o Living Colour, que acabou reclamando da falta de público em sua apresentação.


Já no palco principal, gostei muito da Beyoncé, que parecia mais estar num desfile da SPFW, de tantas vezes que trocou o figurino. Também foi muito boa a baladinha comandada por David Guetta: nunca me interessei pelo trabalho dele, pois não é meu gênero preferido de música, mas o show foi muito empolgante e até em casa dava vontade de sair dançando. O 30 Seconds to Mars não fez nada além daquilo que eu esperava deles, ficou naquelas músicas todas parecidas e meio paradas, enquanto o Muse arrasou! Um dos melhores shows até agora, com um Matt simpático - e até surpreso com a quantidade de pessoas na plateia - matando a pau nos solos de guitarra e fazendo todo mundo pular com "Time is running out".


Para fechar o final de semana, uma noite meio sem graça com Jota Quest, Jessie J e Alicia Keys. Essa última tem uma voz muito potente e canções conhecidas, mas enquanto show não empolga muito. A cereja do bolo mesmo ficou para a última apresentação de domingo, com Justin Timberlake, o queridinho das mulheres - e de alguns homens - presentes.

JT cantou grandes sucessos de sua carreira, incluindo algumas músicas de seu último trabalho, lançado esse ano, o "20/20 Experience", do qual já falei muito aqui, como "Suit & Tie" e "Pusher Love Girl" - minhas preferidas *___*. A princípio achei que o show não estava tão legal, mas depois que acabou fiquei com vontade de ver de novo, e isso só pode ser um indicador positivo.

Na playlist dessa semana, algumas músicas que acho que merecem destaque nessa primeira parte do Rock in Rio, confiram:

1. Autoramas - Você sabe
2. Offspring - Original Prankster
3. Marky Ramone + Michael Graves - Sheena is a punk rocker
4. Living Colour - Cult of personality
5. Autoramas - 1, 2, 3, 4
6. Beyoncé - End of time
7. Muse - Time is running out
8. Muse - Plug in baby
9. Justin Timberlake - What goes around
10. Justin Timberlake - Pusher love girl


Semana que vem tem mais Rock in Rio, com os melhores momentos da segunda parte do festival. Até!

8 comentários:

  1. Adorei a postagem, super informativa :)

    ResponderExcluir
  2. Aaah, eu fui no dia 14 \o foi mto foda, mas o dia 19 foi melhor ainda, mas não fui :( em 2015, se o Metallica vier, tô lá \o

    bjs
    www.marie-petite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O show do Metallica foi demais, quem conseguiu ir, não se arrependeu.

      Excluir
  3. eu achei o fim uma banda do cacife e história de Offspring não estar no palco principal! do primeiro final de semana meus preferidos foram: Offspring, Florence e claaaaro Justin *-* hahahaha

    http://suhdd.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, acho que o Offspring tem sim lugar no palco principal, é só olhar o público que esteve presente no show deles para perceber que a galera curte muito a banda.

      Excluir
  4. Os melhores: Offspring (que deveria ter tocado sem dúvida no palco mundo) Muse, Nickelback!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro o Muse, e o show foi muito bom. O do Nickelback tbm, apesar de eu não ser tãoooo fã assim, rs.
      Bjos!

      Excluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!