sexta-feira, 30 de maio de 2014

Sexta de música: Titãs - Nheengatu #67


No último dia 12 a minha banda preferida de todos os tempos, Titãs, lançou seu mais recente trabalho, batizado de "Nheengatu", onde é possível perceber uma volta da banda às suas origens mais rock'n'roll, com guitarras pesadas e letras de protesto e que criticam o modelo de sociedade, remetendo ao seu álbum clássico, "Cabeça Dinossauro", de 1986, e se distanciando bastante de "Sacos Plásticos", de 2009, muito criticado por mostrar um lado dos Titãs mais pop do que verdadeiramente rock.

Segundo explicação do próprio quarteto, a palavra Nheengatu que dá nome ao álbum "significa Língua Geral, compilação que os jesuítas fizeram no século XVII dos diferentes dialetos indígenas brasileiros para que os índios e portugueses se entendessem". Ao ouvir o CD fica claro o motivo de terem escolhido esse termo: as faixas também são como um mix de linguagens distintas, mas que juntas formam um retrato da sociedade em que vivemos, falando sobre assuntos que podem causar em alguns momentos espanto ou revolta, passando desde a homofobia, a pedofilia até os diálogos vazio praticados diariamente nas redes sociais. Não poderia ser mais atual.


Com esse trabalho fica claro que os tiozões ainda têm muita lenha para queimar, e que jamais abandonaram sua essência rock, ainda que por vezes tenham se distanciado um pouco do gênero. A guitarra de Tony Bellotto continua afinada e a bateria de Mario Fabre dá o tom rebelde às canções. Se revezando nos vocais e nas composições, Tony, Brito, Branco e Paulo Miklos dão conta do recado e conseguem presentear seus fãs com um álbum crítico e inovador.

Destaco três faixas que me chamaram bastante a atenção e que, acredito, estarão entre as mais comentadas desse CD:

Ouvindo "Fardado" é impossível não lembrar de "Polícia", talvez por terem o mesmo vocalista ou talvez por abordarem um mesmo assunto, ainda que a primeira seja quase uma antítese da segunda, onde, lá na distante década de 80, Sérgio Brito gritava "polícia pra quem precisa", e agora, depois de tanto tempo, ele pede que o policial use a farda para servir e proteger.

O tom sombrio da faixa "Pedofilia" é de dar arrepios: com uma voz gutural, Brito canta "ele disse eu tenho um brinquedo, vem aqui vou mostrar pra você", e a canção toda segue nesse ritmo agoniante, como se uma criança estivesse contando sobre o abuso sexual que sofreu, e agora só conseguisse sentir nojo de si mesma. É a realidade nua e crua sendo exposta, chocando os ouvintes, com a intenção de alertar e proteger contra esse crime imbecil.

De cara a minha preferida foi "Fala Renata", com seu riff de guitarra marcante e, mais uma vez a voz singular de Brito, a música tem refrão fácil de cantar e que com certeza vai fazer sucesso nos shows, além de ser uma crítica inteligente e divertida às conversas sem conteúdo que atualmente pontuam as redes sociais.

Além de todas as faixas impactantes, os Titãs incluíram no repertório um cover de Walter Franco, cantor famoso na década de 70, "Canalha", que casou perfeitamente com a proposta do álbum.

Ouçam agora todas as faixas do CD "Nheengatu":


1. Fardado
2. Mensageiro da desgraça
3. República dos bananas
4. Fala, Renata
5. Cadáver sobre cadáver
6. Canalha
7. Pedofilia
8. Chegada ao Brasil (Terra à vista)
9. Eu me sinto bem
10.  Flores pra ela
11. Não pode
12. Senhor
13. Baião de dois
14. Quem são os animais?

No canal oficial do Titãs no Youtube tem uma entrevista bacana com eles, explicando faixa a faixa o CD e também falando um pouco sobre a criação das músicas. Passem por lá ;)

Não se esqueçam de comentar e deixar suas opiniões sobre as músicas. Quero saber o que vocês acharam.

13 comentários:

  1. Oi, Joana!
    Que felicidade que esse CD novo do Titãs me trouxe!
    Tá muito bom!
    E essa letra de Fardado tá muito boa!
    Em geral as músicas tão muito boas, bem a cara da antiga fase do Titãs!
    =D

    http;//osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o que eu achei tbm Kaio, e as críticas que eu li tbm têm seguido por esse caminho. Feliz pelos Titãs terem voltado ao seu melhor ;)

      Excluir
  2. Oi! Nunca ouvi Titãs, acredita? Mas vou procurar saber mais. É sempre bom ver blogs divulgando música brasileira.
    Beijos,

    Letícia
    http://www.odomdaescrita.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acredito! Certamente vc já ouviu sim, só não sabe q ouviu, rsrs.
      Ouça músicas mais antigas, são as melhores.
      Bjos!

      Excluir
  3. Amiga amei o playlist com Titãs venha participar do sorteio da Kenitz
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderExcluir
  4. Titãs é cultura, banda muito bacana e que usa a música para cantar verdades.
    Essa faixa de pedofilia mesmo, parece ser bem forte e intensa. UAU

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Titãs é vida, e esse álbum está especialmente bom.
      Bjos!

      Excluir
  5. Oi Joana!! Titãs marcou uma fase muito importante da minha vida! Vou procurar as músicas novas pra ouvir!
    Beijoo, Gabe!

    Blog Mundo Mágico dos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Gabe. Os Titãs me fazem companhia há muito tempo, e tbm estão em algumas de minhas melhores lembranças.
      Bjos!

      Excluir
  6. o newton ficou falando sem parar deste álbum e o qto ele é bom hahahaha! preciso ouvi-lo com calma :) beeijo!

    Blog Dramin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouça Carol, acho q vc vai gostar. O Newton, como sempre, com muito bom gosto, rs.
      Bjos!

      Excluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!