quinta-feira, 31 de julho de 2014

Alice no País das Maravilhas [Resenha]


"Quando decidiu seguir um coelho que estava muito atrasado, Alice caiu em um enorme buraco. Só mais tarde descobriu que aquele era o caminho para o País das Maravilhas, um lugar povoado por criaturas que misturam características humanas e fantásticas, como o Gato, o Chapeleiro e a Rainha de Copas - e que lhe apresentam diversos enigmas."

Essa leitura faz parte do Desafio Literário que estou participando no Skoob, e esse mês a meta era ler um livro indicado por outra pessoa. Então, minha amiga Carol, do blog Dramin, me indicou esse. Ah! E eu indiquei pra ela "Métrica", que, thank God, ela gostou *__*

Então, comecei a ler "Alice no País das Maravilhas" acreditando que já conhecia a estória, por causa da animação e do filme do Tim Burton, mas não... me surpreendi com as loucuras criadas por Lewis Carroll.

Apesar de o livro ser curtinho, demorei para terminar, por que a leitura não fluía. Não que eu não tenha gostado, só achei difícil acompanhar tantos elementos fantásticos numa estória tão rápida. Começando pelo Coelho Branco, sempre atrasado, procurando a Duquesa, que desperta a curiosidade de Alice e a leva a entrar no buraco misterioso. A partir daí ela começa a viver as mais loucas aventuras, desde ter sua altura diminuída a quase nada, e depois aumentada gigantescamente, até participar de um chá esquisito junto com o Chapeleiro Maluco.

A parte em que Alice joga croqué com a Rainha de Copas é bem tumultuada: a Rainha fica o tempo todo mandando cortar as cabeças de seus servos, que são cartas de baralho, sem saber que é enganada o tempo todo, pois os empregados apenas tiram as cartas de perto da Rainha e fingem cortar as cabeças.

Gostei da cena em que Alice ouve a história da Tartaruga Falsa, talvez por eu já ter tido uma tartaruga quando era criança. Essa Tartaruga é quase tão depressiva quanto o Marvin do "Guia do mochileiro das galáxias", e acaba ganhando a simpatia do leitor.

No final, achei interessante a forma como Carroll explicou tudo o que tinha acontecido com Alice, e ainda deixou uma nova aventura em aberto. Mas foi só isso: o livro não me conquistou, e, infelizmente, não vai ficar entre os meus favoritos.

Alice no País das Maravilhas
Lewis Carroll
editora L&PM Pocket
171 páginas
nota do blog: 3
nota do Skoob: 4.1

18 comentários:

  1. Eu amo essa história!! Esses dias assisti uma peça intitulada "Alice em terras gaúchas" e fiquei com vontade de ler esse livro de novo :)

    Enfim, Alice no país das maravilhas é amor demais ♥ Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafaela, essa peça parece ser interessante. Bom saber que vc gosta do livro, já que eu não simpatizei tanto com ele ;)
      Bjos!

      Excluir
  2. Acabei de conhecer seu blog e adorei a resenha! ^.^
    Nunca li nenhum livro sobre a Alice mas tenho muita vontade(desde criança assisto a animação da Disney e já assisti algumas vezes a adaptação do Tim que por sinal sou grande fã *--*). Não sei se posso dizer que este tipo de história é melhor adequado para o público infantil mas, acho que deve ser por esse motivo, o fato de não ter fluído tão bem a sua leitura como você disse "achei difícil acompanhar tantos elementos fantásticos numa estória tão rápida" para uma criança não foi rápido, foi tudo incrível e aconteceu na hora certa! kkkk
    Claro que não estou generalizando! rsrs
    Espero que tenha me entendido kkk as vezes acho que penso como uma criança! ;P

    Beeeijos e já estou seguindo aqui!
    Bárbara P.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi sim Bárbara, e talvez vc esteja certa. Apesar de tbm gostar do filme, o livro não me conquistou, e pode ser pq não o encarei com o olhar de uma criança, rsrs.
      Obrigada pelos elogios, e fico feliz por vc ter gostado do blog. Apareça sempre ;)

      Bjos!

      Excluir
  3. Eu adoro a história de Alice, ja vi diversos filmes e livros, mas nunca "nas palavras" de Lewis Caroll. Ainda vou fazer isso :D
    beijos

    wesaysomething.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patty, obrigada mais uma vez por sua visita e comentário.
      Leia sim, talvez vc goste mais que eu, rs.
      Bjos!

      Excluir
  4. Saudações Joana.
    Excelente resenha, já pude ter uma base sobre esse livro, que por sinal está na minha prateleira e vai ficar mais um tempo lá, infelizmente haha.
    Sempre achei fantástica a história de Alice, principalmente pelo filme ser bem ilusório e chamativo. Mas confesso que não tenho interesse em ler e após essa resenha, muito menos, haha.
    Grande abraço e que a força esteja com você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Mateus =(
      Olha, eu tbm não tinha pensado em ler esse livro tão cedo, na vdd, comprei só por ser um clássico e sabia que um dia teria que lê-lo. Então, aceitei o desafio do Skoob, e li. Não queria influenciar negativamente, e acho que, por ser uma estória clássica, vc deveria ler um dia sim, até para ter sua opinião sobre a obra.
      Obrigada mais uma vez por visitar o blog =)
      Bjos!

      Excluir
  5. Nossa, jura que o livro não te conquistou? Li Alice já adulta também, mas achei o livro encantador; no caso, li aquela edição da Zahar que vem com Alice Através do Espelho também. Gostei demais e principalmente das ilustrações originais, o que dá um encanto ainda maior ao todo.

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que as ilustrações devem dar outro clima à leitura mesmo. Ainda quero ler "Alice através do espelho", mas não sei quando. Só achei esse livro viagem demais, rsrs.
      Bjos!

      Excluir
  6. Como sou muito apaixonada pelo filme da "Alice no País das maravilhas" da Disney então quando li o livro tive um decepção inicial por não ser igual, mas, pelo final do livro, gostei bastante!
    Beijos

    ttp://seiqueeusei.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi a mesma sensação que eu tive Fer, o início é um pouco estranho, mas o final é legal.
      Bjos!

      Excluir
  7. Oi, Joana!
    Gostei bastante da sua resenha!
    Não cheguei a ler o livro. Li uma versão infantil quando criança e alguns resumos para a escola, mas nunca tive muita vontade de ler, acabo tendo essa impressão de que a leitura não vai fluir, como você disse!
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado vc lembrar disso Kaio, eu não li esse livro quando era criança, só assisti ao filme, e agora acreditava que a leitura seria mais tranquila, mas, como eu disse na resenha, não foi o que eu esperava.
      Obrigada!
      Bjos!

      Excluir
  8. A história de Alice está longe de ser inocente, Lewis Carroll era brilhante em seus enigmas. Os dois livros estão recheados de códigos que até mesmo um adulto se debaterá para decifrar. Recomendo muitíssimo a versão ilustrada e comentada da Zahar, eu tenho e é o meu objeto mais precioso. Aliás, você sabe a diferença entre um corvo e uma escrivaninha?
    www.espelhodasmaravilhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual é a diferença entre um corvo e uma escrivaninha? huahuahuhauha
      Obrigada pela visita Hilza, e também pelo comentário. Já me indicaram essa edição da Zahar, e eu até já andei pesquisando, é linda mesmo, mas, por enquanto, não posso comprar =(
      Bjos!

      Excluir
  9. Todo mundo conhece essa história, mas nem todos leram o livro... eu sou uma dessas que não leu, mas está na minha lista. Pena que o livro não fluiu tão bem, tô curiosa para saber o que eu vou achar, hehehe!
    Muito bom teu blog :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda, espero realmente que vc tenha mais sorte com o livro do que eu tive. Não que ele seja ruim, só não conseguiu me ganhar :(
      Muito obrigada por sua visita, apareça sempre!
      Bjos!

      Excluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!