quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Robin Williams e suas adaptações literárias

Olá queridos leitores! Nessa singela homenagem ao ator Robin Williams, que foi para o céu no último dia 11, minha intenção era falar apenas sobre "Sociedade dos Poetas Mortos", filme sobre o qual fiz uma linda apresentação na faculdade, depois de estudá-lo minuciosamente. Eu queria transcrever aqui para vocês uma parte desse estudo, mas alguns contratempos me impediram de fazê-lo. 


Então, só para não deixar de falar um pouco sobre esse ator incrível, vamos conhecer alguns de seus filmes que são adaptações de livros, e que talvez vocês (assim como eu) ainda não sabiam:

1. O Homem Bicentenário: baseado no conto "The Bicentennial Man an Other Stories", de Isaac Asimov e Robert Silverberg, esse filme mostra a busca pela liberdade do robô protagonizado por Williams, e sua imensa vontade de se tornar humano.


2. Hook - A Volta do Capitão Gancho: Peter Banning, que já foi Peter Pan, está com quarenta anos e deixou sua família em segundo plano, dedicando-se totalmente ao trabalho, até que Capitão Gancho, interpretado por Dustin Hoffman, sequestra seus filhos e o obriga a voltar para Neverland.


3. Jumanji: baseado no livro homônimo, publicado em 1982, o filme mostra Robin e duas crianças que acabam ficando presas dentro de um jogo de tabuleiro. Esse jogo tem temática selvagem, e os personagens precisam enfrentar animais ferozes e elementos da natureza que aparecem a cada vez que alguém joga os dados.


4. Uma Babá Quase Perfeita: sim, esse filme também foi baseado em um livro, escrito por Anne Fine. Um homem separado e desesperado para ficar perto de seus filhos se disfarça de mulher e vai trabalhar como babá na casa da ex-esposa, usando o nome de Sra. Doubtfire.


5. Tempo de Despertar: no livro escrito por Oliver Sacks, o Dr. Malcolm Sayer (Williams) vai trabalhar num hospital psiquiátrico onde todos os pacientes estão adormecidos, e ele acredita que pode reanimá-los.


Esses e outros filmes de Williams são baseados em livros, como "A gaiola das loucas", e o próprio "Sociedade dos poetas mortos", que é o meu preferido. Ele também fez parte do elenco do "Hamlet", onde representou Orisco, no filme de 1996.


Não se esqueçam, antes de ir embora, comentem, compartilhem, e façam essa blogueira feliz ;)

12 comentários:

  1. Oi, Joana!
    Realmente uma grande perda! Esse ano está sendo muito triste!
    Gosto muito do Homem Bicentenário, tem uma queda por obras com robôs e Asimov tinha um talento inigualável nesse campo!
    Não sei hoje, mas achava divertido Uma Babá Quase Perfeita, mas não sabia que era uma adaptação literária não!
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É vdd Kaio, as perdas desse ano têm sido enormes! Espero que a Morte tenha terminado seu trabalho por enquanto ;)
      Eu tbm não sabia que "Uma babá quase perfeita" era adaptação literária, mas achei interessante saber. E estou querendo ler algo do Asimov, vou ver se encontro um livro dele na Bienal.
      Bjos!

      Excluir
  2. Sou apaixonada por "Sociedade dos Poetas Mortos". *-*
    Os outros (tirando o homem bicentenário), eu não não sabia que era baseados em livros. rs
    Amei seu texto. ^^
    Beijo

    http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, eu tbm adoro "Sociedade dos poetas mortos", é um dos meus filmes preferidos ever.
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Oi,
    Ele foi um ótimo ator. Vai fazer muita falta.
    bjs

    http://www.entrepaginasesonhos.com.br/

    Eu estarei sim na bienal dia 23!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Joyce, vamos nos encontrar lá!
      Bjos!

      Excluir
  4. Robin Williams :'(

    Sou apaixonado por essa ator desde que, quando pequeno, assisti ao filme Jumanji, que agora fiquei super feliz por saber que foi baseado num homônimo!
    Bjs (Ah, acredito que eu já esteja bem melhor em relação a tal ressaca depressiva literária, rs')

    http://gabryelfellipeealgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabryel!
      Bom saber que a ressaca passou, rsrsrs.
      Eu tbm gostava muito de "Jumanji" na época, e foi bem legal saber que é adaptação.
      Bjos!

      Excluir
  5. Oi! Jumanji e uma babá é eterno neh? eu adoro. Ato eterno. Beijos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih!
      Esses filmes são mesmo eternos. Ainda bem que, mesmo quando o ator nos deixa, seu trabalho fica para continuarmos admirando ;)
      Bjos!

      Excluir
  6. Oh Captain my Captain!
    nossa Robin Williams marcou sua geração de atores, por conseguir exprimir taaaaaanta emoção, por muito mais que atuar, deu vida a ídolos fictícios!
    Acho que desses filmes oo uuunico que não vi uma ceeeentena de vezes foi Hook, acho que porque não passava na sessão da tarde... mas é um dos que eu mais gosto!
    Adorei o post! Espero que agora deem mais visibilidade e importancia para a depressão!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara!
      Se usassem esse infortúnio com Robin para tratar melhor os casos de depressão profunda, acho que a morte dele faria mais sentido. Assim como nos filmes, devemos tirar uma lição daqui.
      Bjos!

      Excluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!