quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Esmeralda [Resenha - Parceria]



"Quando a lua surge no céu estrelado e o fogo crepita na fogueira como as chamas de uma fênix, um dueto se inicia. Convidada pelo imperador cigano, Esmeral responde ao seu canto com histórias em forma de prosa enquanto dança ao som da viola. Um dueto poético que mistura fé, magia e história. Assim a natureza surge em cada palavvra da cigana, nos ensinando sobre as belezas deste mundo."

Num livro cheio de poesias intimistas, a escritora Cida Santos presenteia o leitor com uma estória mística, onde os personagens vão refletindo sobre as questões da vida, do universo e tudo mais.

Um cigana muito bonita, trajando um exuberante vestido verde,  começa a contar histórias, quase fábulas, sobre a rosa, uma mulher misteriosa, que, aparentemente, lhe ensinou tudo o que sabe sobre amor, família e magia.

Ao redor de uma fogueira, um imperdor cigano dedilha seu violão e provê a trilha sonora para que Esmeralda declame seus poemas. Em cada um deles, ela fala sobre um assunto diferente, mas todos têm foco no amor, em suas diferentes formas; ao próximo, pelos filhos, amor entre homem e mulher. O cigano vai se empolgando com os cantos de Esmeralda e faz de seu violão a base para que a moça conte suas histórias.

Alguns poemas são bem delicados, e outros têm uma grande carga de pessoalidade, deixando claro que a autora colocou ali seus sentimentos mais íntimos. Dá para sentir nos versos a essência da escritora:

"Sou poetisa,
levo em minha mente
aquilo que ninguém vê 
que ninguém sente"

O interessante desse livro é que seus poemas constituem uma estória, mas antes eles eram apenas poemas simples, num livro independente, "O caldeirão da bruxa". A autora pegou essa obra e conectou cada uma de suas poesias com um enredo encantador. A princípio, quando li o primeiro livro, achei que os poemas não faziam sentido entre si, mas depois, ao vê-los constituindo uma estória, com coerência e dinamismo, tudo se encaixou.

A arte também é um ponto positivo: desde a capa, que deixa bem claro o toque de misticismo que seu interior traz, até o rodapé das páginas, que é lindamente enfeitado com arbustos e flores delicadas, que dão o toque de romantismo ao livro.

A poesia está presente aqui sim, mas mesmo que o leitor não tenha o hábito de ler esse gênero, o livro é indicado, e a leitura flui muito bem.


"Esmeralda"
Cida Santos
editora Arwen
134 páginas
nota do blog: 3,0
nota do Skoob: 2,9

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!