quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Sessão de autógrafos com Pedro Bandeira

Se a Joana não vai até o Pedro Bandeira, o Pedro Bandeira vem até a Joana! Explico: na Bienal de SP, por uma falha na minha organização, acabei perdendo a sessão de autógrafos com o autor de "A droga da obediência", o que me deixou muito triste, pois era um dos meus maiores desejos conhecê-lo. Enfim, saí de lá chateada e com medo de não ter mais nenhuma oportunidade para chegar pertinho daquele que criou os personagens me acompanharam durante vários anos.



Dias depois, minha amiga Carol, do blog Dramin, esteve na Bienal e conseguiu chegar até ele, e, carinhosamente, pediu que ele autografasse pra mim o ticket do bate papo. Fiquei muito feliz com o gesto dela, mas ainda assim, faltava vê-lo pessoalmente, de pertinho.

Ontem, graças aos céus, ele esteve em Campinas, divulgando seu novo livro, "A droga da amizade", uma continuação da estória dos Karas, que aqueles personagens de quem eu falei agora há pouco, meus companheiros de ensino fundamental. E eu fui lá, realizar o sonho de conhecer o autor que eu carinhosamente apelidei de Pedroca.




O Pedro é uma graça, simpaticíssimo com todos, independente da idade - e tinha pessoas de várias gerações lá - com muitos de seus livros em mãos, uma beleza de imagem. Um garoto de 10 ou 11 anos, com a coleção dos Karas completa, e um rapaz, talvez da minha idade, com a primeira edição de "O mistério do feiurinha", o que chamou a atenção do próprio Pedro, que de longe viu o livro e comentou: "Esse é velho hein, primeira edição!"




Levei meu exemplar de "Pântano de sangue" para o Pedro assinar, que é o segundo volume da série, e comprei o novo, que está com uma edição linda! Aliás, todos os livros dos Karas saíram em nova edição, cada um com a capa de uma cor diferente, que, juntos, podem deixar a estante ainda mais bonita ;)



Quando chegou a minha vez, fiquei emocionada com tanto carinho que ele dispensou comigo, assim como ele já tinha feito com cada pessoa antes de mim. Ele me deu um abraço apertado, ouviu as minhas histórias de leitura e autografou tudo que eu levei.




Também foi super bacana quando pedi para ele carimbar a minha mão com o símbolo dos Karas, e fiquei me sentindo um membro do grupo, assim como eu queria ser quando li "A droga da obediência" pela primeira vez.


Pronto, sonho realizado, conheci o Pedro Bandeira e ele correspondeu a todas as minhas expectativas, com sua simpatia e simplicidade. Só não tive coragem de pedir para apertar as bochechas dele, porque achei muita petulância, rs. Mas saí de lá querendo que ele fosse meu avô fofo que nunca tive.




Agora é ler "A droga da amizade" e voltar correndo aqui para contar para vocês se ele é bom.



4 comentários:

  1. Oi, Joana!
    Que massa! O Pedro Bandeira tem cara de ser aqueles vovôs bem daora mesmo!
    Ei, te marquei numa tag, depois dê uma conferida lá!

    =D
    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kaio!
      Ele é um fofo, bem vovô mesmo, super legal.
      Bjos!

      Excluir
  2. Oi, Joana!
    O Pedro Bandeira também esteve aqui em Salvador divulgando e autografando o novo livro. Eu fui e consegui conhecer o autor pessoalmente.
    Os karas também foram meus companheiros de ensino fundamental e fiquei suuuuuuper feliz de poder conhecer o Pedro Bandeira de perto, contar pra ele minhas experiências com os Karas... enfim, eu te entendo. rs
    Beijo

    http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Dani, foi uma experiência emocionante pra mim! Ainda mais depois de ter tentado vê-lo na Bienal e não ter conseguido. Ele foi muito bacana com td mundo, e acho q cada pessoa q chegava perto dele queria contar sua história com seus livros. Tem muita coisa dele q nos acompanhou durante muito tempo, e o mais legal é ver q isso continua nas novas gerações.
      Bjos!

      Excluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!