terça-feira, 9 de dezembro de 2014

O que eu li em novembro


E novembro não foi tão produtivo quanto outubro, mas vamos  ao balanço das leituras:

"O livro organizado pelo escritor Henrique Rodrigues, traz vinte histórias inspiradas em músicas da Legião Urbana, cada uma escrita por um autor diferente. Além de ser uma homenagem à banda que se tornou um mito, a compilação de textos tamném é uma amostra do que há de melhor na literatura brasileira contemporânea. A exemplo das músicas da lendária banda formanda em Brasília, os contos tratam de temas universais como amor, perda, revolta, indignação, morte. E, assim como as canções da Legião, os vinte contos deste livro são delicados, profundos, inquietantes e belos."








"Neste livro, Zafón constrói um suspense envolvente em que Barcelona é a cidade-personagem, por onde o estudante Óscar Drai passa todo o seu tempo livre andando pelas ruas e encantando com a arquitetura de seus casarões. É numa dessas casas aparentemente abandonada, que Óscar decide de aventurar, e lá dentro se encanta com o som de uma belíssima voz e por um relógio de bolso quebrado e muito antigo. Mas ele se assusta com uma inesperada presença na sala de estar e foge, assustado, levando o relógio. Dias depois, ao retornar à casa para devolver o objeto, ele conhece Marina, a jovem de olhos cinzentos, com quem acaba se envolvendo na elucidação de um mistério antigo, carregado de mortes estranhas, e entrando nos cantos mais remotos de Barcelona.






"De uma inóspita região da antiga União Soviética, vampiros, até então considerados criaturas lendárias, surgem inesperadamente e põem fim à Guerra Fria em 1985. Usando seu poder mental extraordinário e sua força sobre-humana, os Mestres da Realeza Vampírica exigem a rendição dos líderes mundiais e se autoproclamam senhores absolutos do planeta. Anos depois, vivendo num mundo de relativa paz entre humanos e vampiros, Aleksandra Baker, uma garota de 17 anos se ressente por não ter a mesma liberdade que os jovens do passado. Além de viver sob o jugo dos vampiros, Sasha, como é chamada por todos, está apavorada com uma nova ameaça, a invasão de predadores letais: os mitológicos. Em 2013, diante dos terríveis ataques de centauros e minotauros, a família Baker não vê outra saída a não ser mudar para a Rússia e morar entre os muros do único lugar onde é possível viver livre dos ataques: a impenetrável Fortaleza Negra, reduto da Realeza Vampírica. Mas a ideia de se mudar para lá não agrada Sasha, ela não gosta de vampiros. Para surpresa de Aleksandra, os Mestres são fascinantes, em especial Mikhail, que desde o primeiro minuto em que se apresentaram na Fortaleza, pareceu ter um implicância gratuita com ela, sempre impondo seu jeito arrogante e autoritário."

É isso leitores. Me digam como andam as leituras de vocês? E a meta anual, será cumprida? A minha parece que sim, mas volto em janeiro para contar para vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!