quinta-feira, 23 de abril de 2015

Cure meu coração [Resenha - Parceria]


"A expectativa de Clem para as férias que passaria velejando em alto-mar com os pais e a irmã caçula era de um verão no exílio. Em crise consigo mesma, ela embarca no veleiro 'Tudo é possível' sem saber que, na verdade, o que a espera é uma viagem de descobertas sobre a amizade, o amor e o perdão. Seja bem-vindo a bordo! Alternando capítulos no passado e no presente, essa é uma deliciosa estória de amor que vai agradas aos fãs de Sarah Dessen."

Esse é um YA bem YA mesmo: retratando em detalhes muitos dos sentimentos confusos que nos dominam durante a adolescência, "Cure meu coração" é destinado ao público nessa faixa etária. Com a personagem principal, Clem, sofrendo e chorando por ter estragado sua amizade de anos com Amanda, e assim, se afastando cada vez mais de todo o restante do mundo, acreditando que é a culpada por tudo de mal que lhe acontece, o texto vai mostrando que nada é tão difícil e complicado assim.

A família de Clem sempre viaja de veleiro no verão, mas esse ano ela está se sentindo a pior pessoa do mundo por ter cometido um erro grave com a melhor amiga, e acredita que a viagem será muito chata. Na verdade, o quadro que ela pinta é muito mais feio do que a realidade: durante a narrativa vamos descobrindo o que realmente aconteceu nessa relação Clem/Amanda, e percebendo que tudo não passou de uma confusão comum, daquelas que acabam ficando sem explicação de parte a parte, porque simplesmente ninguém deu o primeiro passo para por tudo em pratos limpos. 

Clem sabia o tempo todo que estava errada, mas não conseguia evitar continuar errando, e é isso que mais a consome agora, saber que poderia ter evitado se tivesse apenas parado de agir como agiu. Quando ela exagerou na dose, logo de cara percebeu que tinha decepcionado Amanda e que a amizade ficaria abalada, mas nunca pensou que terminaria.

O turbilhão de emoções que envolve Clem é característico de uma adolescente de 15/16 anos, ainda se descobrindo, e encontrando o primeiro amor. Toda a dor que ela está sentindo por ter perdido a melhor amiga acaba sendo descontada na família e em algumas pessoas que ela vai encontrando durante a viagem: Clem trata todos com distância e frieza, e parece sempre estar brava com todo mundo, preferindo ficar, na maioria do tempo, sozinha.

Para acabar com a depressão de Clem, temos sua irmã Olive, que é uma dessas crianças gênio, que sempre têm resposta para tudo e parecem entender mais sobre a vida do que os adultos. A menina é bem divertida, e quem tem irmã ou irmão mais novo vai se identificar com ela. Dentro de um veleiro, no meio do mar, a pequena Olive só quer um pouco de atenção da irmã, que provavelmente é seu ídolo. Mas como Clem está sempre de mau humor, Olive usa de toda a sua paciência e amor fraterno para tentar ajudá-la a sair dessa e se divertir.

Os pais de Clem também são muito interessantes (e claro, ficcionais), compreensivos e acolhedores, têm paciência com os arroubos de agressividade da filha, e continuam tentando o tempo todo inclui-la filha nos programas familiares para que ela aproveite mais a viagem. No momento em que Clem revela a eles tudo o que se passou com Amanda, eles a apoiam e aconselham.

Para curar o coração de Clem surge James, um garoto de cabelos vermelhos e sempre sorridente, que vai aos poucos ganhando a confiança dela, e mostrando que nem tudo na vida são só flores ou só espinhos, e que mesmo sofrendo por alguma coisa, é possível continuar vivendo. E acima de tudo, devemos aceitar nossas escolhas e lidar com os efeitos delas.

O romance que nasce entre eles é muito delicado, construído com base na confiança e na ajuda emocional que um dá ao outro para que se recupere daquilo que os entristece. James é fofo, educado, alegre, gosta de música e desenha. Ele usa toda a sua alegria para contagiar Clementina e traze-la de volta ao mundo real, fora da concha onde ela vem insistindo em ficar.

A escrita de Melissa é tão delicada e simples, que envolve o leitor. Mesmo não sendo fã de mar, barco e seus pequenos espaços, é impossível não sentir vontade de sair velejando pelo mundo, para sentir o sacolejar gostoso das ondas enquanto se lê um bom livro. Talvez esse seja o diferencial do livro, aquela sensação de que estamos realmente em alto-mar, vendo o sol nascer e se por, aproveitando a brisa e comendo comida enlatada, rs.

Gostei muito da capa do livro, em tons pasteis, que dão uma ideia do seu conteúdo. A edição da Farol está perfeita e a diagramação permite uma boa leitura. Também achei muito bacana os capítulos transitarem entre passado e futuro; gosto muito de livros que fazem esse passeio temporal, e nos transportam através da história, nos deixando mais próximos dos personagens e mais cientes de seus sentimentos. Ponto para a autora =)

Super indico o livro, principalmente para as meninas que estejam na faixa etária de Clem, que certamente vão se identificar em alguns pontos com os dramas e alegrias vividos pela personagem. Para quem não está nessa fase, também vale a pena a leitura, para se sentir viajando com Clem e sua família pelo mar a bordo do Tudo e possível.


Cure meu coração
Melissa Walker
editora Farol Literário (Facebook: FarolLiterario)
272 páginas
nota do Skoob: 4.3
nota do blog: 4
(livro cedido em parceria com a editora)



Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
@joana_masen

8 comentários:

  1. Amiga primeiramente tenho que confessar que gostei bastante da sua resenha.
    Essa semana me chegou esse livro e estou curiosa para ler. Ainda não li por conta das minhas outras leituras agendadas, mas eu estou com bastante expectativa sobre a história, ainda mais depois de ter lido o seu texto que foi muito bem desenvolvido. =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-mundo-cao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvana, obrigada pela visita e pelo elogio ao meu texto. Quando postar a resenha, vou ler para saber a sua opinião tbm.

      Excluir
  2. Gostei muito da sua escrita... Sou nova nisso que chamam de blogsfera e ando me surpreendendo com o que encontro por aqui. Estou seguindo aqui e com certeza voltarei :)

    Um beijo!

    http://overboliberto.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda Natália, espero que goste do universo dos blogs, rsrs.
      Obrigada, vou visitar seu cantinho tbm.

      Excluir
  3. acabei de ver essa resnha hauahauhau
    gostei muito e pretendo ler u.u
    ah,parabéns pelo blog, é muito legal.

    ResponderExcluir
  4. Gosto dessa mescla de passado e futuro em livros, dão conteúdo bem interessantes para as narrações. Achei a capa muito bonita também. Só de ler a resenha já me senti velejando em alto mar, imagino como deve ser a sensação com o livro! ♥

    ResponderExcluir
  5. Oi Jo,
    Foi amor à primeira vista quando vi a capa desse livro (e eu detesto capa com pessoas), a sinopse só reforçou minha vontade de lê-lo. Não estou na faixa etária de Clem, mesmo assim espero lê-lo.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!