domingo, 26 de abril de 2015

Filmando #14 - Os vingadores - a era de Ultron





















Semana passada tivemos uma resenha sobre a HQ da Era de Ultron. Agora que fomos ver o filme, nada mais justo do que fazer uma retratação e julgar se a Marvel atendeu as expectativas mais uma vez. Portanto, muita atenção, pois este post estará tão carregado de Spoilers quanto a aljava de flechas do Gavião Arqueiro.



Vamos começar com a seguinte premissa: se vocês leram os quadrinhos, não esperem nada parecido. Aqueles que não leram, podem se apegar apenas a resenha feita aqui mesmo.

O início é arrebatador, ação para ninguém colocar defeito e o foco ainda está no Tesseract. Quem o possui, onde estará e como recupera-lo, mas esse objetivo dá lugar a algo muito maior depois que a Feiticeira Escarlate coloca o Tony Stark em uma realidade paralela mostrando a ele todos os Vingadores mortos. Depois disso, o Homem de Ferro decide construir uma inteligência artificial com a ajuda de Bruce Banner e o nomeia de Ultron. Ao final de uma série de erros e acertos, o Ultron finalmente acorda e decide que está na hora da raça humana ser extinta e substituída por uma evolução.

O desenvolvimento do filme foi perfeito, duas horas e meia que passaram sem cansaço. Desde o início o telespectador é lançado no meio de batalhas bombásticas e golpes mirabolantes. Quando eles não estão lutando contra o mal, a guerra de egos acontece a todo instante; haveria motivos para a guerra civil começar desde já, mas deixaremos para outro filme.

Falando nos novos personagens, Feiticeira Escarlate e Mercúrio foram muito bem encaixados na trama, com as motivações necessárias para justificar suas ações. O Visão também foi bem elaborado, se encaixou muito bem, mas faltou um desenvolvimento, talvez, se tivesse tempo, poderia ter explorado um pouco mais o personagem. Palmas também para a participação dos coadjuvantes de outrora: Patriota de Ferro e Falcão que finalmente se juntaram a saga, e para Nick Fury que, como o Ikki de Fênix, retornou das cinzas mais uma vez. E claro que não poderia faltar a participação digna de Oscar do eterno Stan Lee, (todos se curvando perante o mestre). Todavia aconteceu aquilo que eu temia, um romance entre agente Romanoff e Bruce Banner, uma lástima, mas não teve força suficiente para chamar a atenção, então nenhum dano foi causado.




Em síntese, nada do que aconteceu nos quadrinhos foi para o cinema, porém o diretor Joss Whedon, conseguiu transmitir muito da essência da saga. Essa é uma das mais difíceis tarefas dos Vingadores, eles são derrotados muitas vezes, perdem amigos, se sacrificam pelo bem maior e isso tudo, guardado as devidas proporções, foi mostrado. Como se não bastasse deixar o público entusiasmado com as cenas de ação que ocorrem o tempo todo, ainda conseguiram dar destaque para a tão aguardada briga entre Hulk e Hulkbuster. É assim que se faz uma batalha quase apocalíptica senhor Zack Snyder.




Ao final do filme, uma mistura de sentimentos acontece com o tom melancólico, quase de despedida de alguns personagens, mas dura pouco tempo, pois na sequência dos créditos a cena extra chega como uma cotovelada no rim de qualquer fã. Se você esperou ansiosamente para ver A Era de Ultron, com certeza será desesperador aguardar até a Guerra Infinita Parte 1.




Quem já assistiu, deixe seus comentários dizendo o que achou, se já leu os quadrinhos ou não. Se não assistiu e leu até aqui, apesar do aviso de spoiler, comente também! Quero saber a opinião dos leitores sobre essa adaptação.



João Oliveira, jornalista, aficionado por quadrinhos, livros e cinema. Mochileiro em busca de sua próxima aventura.
@oliveira_jh

6 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkk Amei a foto do Hulk e do Thor (Mark e Chris) ♥

    Beijos, Jessica
    http://ohamoramia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Top manoo... Ainda nao vi o filme, mas li os quadrinhos.... Assim que eu assisti-lo te falo o que achei... Abrassss

    ResponderExcluir
  3. Antes de tudo, quero dizer que não li a resenha! Ainda não vi o filme e estou evitando saber qualquer coisa a respeito! Estou doida querendo assistir e qualquer coisa que eu ler poderá aumentar minhas expectativas, mais do que ela já está hahaha

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    Não sou fã, não assisti e não tenho planos de assisti-lo rsrs, mas pelo que pude perceber os fãs vão morrer de ansiedade, boa espera para vocês haha.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  5. Caramba, deve ter sido realmente muito bom hein, porque duas horas e meia sem cansar é dificil viu. Eu não li os quadrinhos e nem sou muito fã, mas depois dessa resenha tão emocionante, quero muito assistir.

    ResponderExcluir
  6. Achei muito interessante a maneira em que terminou é filme. De forma interessante, o criador optou por inserir uma cena de abertura com personagens novos, o que acaba sendo um choque para o espectador. Desde que vi o elenco de Os Vingadores A Era de Ultron imaginei que seria uma grande produção, já que tem a participação de atores muito reconhecidos, pessoalmente eu irei ver por causo do ator Idris Elba, um ator muito comprometido. Eu vi recentemente Idris Elba em A Torre Negra do Stephen King. É uma historia que vale a pena ver. Para uma tarde de lazer é uma boa opção. A direção de arte consegue criar cenas de ação visualmente lindas.

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!