sexta-feira, 24 de abril de 2015

Sexta de música #88: O que o The Voice (EUA) tem?



Há algumas temporadas venho acompanhando o The Voice americano - que é infinitamente melhor que o daqui - e desde então tenho descoberto músicas que não conhecia. Algumas delas estão por ai, na boca do povo, mas como eu raramente ouço rádio, não sabia da sua existência. Outras são clássicas, mas eu ainda não tinha tido a chance de ouvi-las.

Vocês podem até achar estranho, mas há 1 ano atrás, eu realmente não sabia quem era Ed Sheeran, e após ouvir uma canção do ruivo sendo interpretada por um candidato do programa, fui pesquisar para saber de quem se tratava. Curiosamente, descobri que já incluí um vídeo dele num post musical, onde criei uma playlist para Rony Weasley (confira aqui).

Demorei um pouco para me acostumar com o estilo dele, mas agora já gosto bastante. E não foi só com o inglesinho peculiar que isso aconteceu, mas com muitas outras músicas populares que eu passei a conhecer e curtir através do programa.

Além das apresentações musicais, temos os jurados, que são parte do show, sem parecer artificial como os do Brasil; Adam Levine e Blake Shelton são muito divertidos. Esse último, inclusive, era totalmente desconhecido dessa blogueira aqui, que não costuma acompanhar música country. É interessante ver como esse estilo tem muitos admiradores por lá.




Foi no The Voice que conheci um pouco do trabalho do Usher, além de sua simpatia, claro. E também descobri que o Pharrel Williams é extremamente cativante, e entende realmente de música. Não é a toa que ele é um produtor tão bem conceituado entre os músicos. Entre as participantes femininas que pude acompanhar, a mais técnica sem dúvidas é Christina Aguilera, que ficou fora por 2 temporadas e retornou agora, na oitava. Durante sua ausência ocuparam sua cadeira a linda Shakira e a mulher que não envelhece nunca, Gwen Stefani.

Se vocês ainda não assistiram ao programa, vale a pena dar uma conferida. Aqui no Brasil ele é transmitido com alguns dias de atraso pelo canal pago Sony, aos domingos e segundas a noite. Mas claro que dá pra ver tudinho pela internet, inclusive, rever os melhores momentos no canal deles no Youtube.



Mas o foco do programa são os cantores: alguns são realmente muito bons, e conseguem despontar no mercado musical depois do The Voice, o que é bem diferente da nossa versão brazuca né. Mas não vou ficar aqui malhando a versão nacional do reality, vocês assistam a ambos e tirem suas próprias conclusões (eu juro que tentei gostar do TVBrasil, mas não deu; é tudo muito artificial e forçado, apesar de alguns participantes cantarem muito bem).

Querem saber o que o The Voice tem? Cantores competentes, boas músicas, ótima produção e jurados divertidos que são parte do show. Ouçam a playlist de hoje: ela vem cheia de sucessos que eu conheci através do programa, e que agora fazem parte do meu dia a dia. Aproveitem!





1. It's a man's man's man's world
2. Counting stars
3. Stay with me
4. Chandelier
5. All of the stars
6. I need your love
7. All about that bass
8. Stuck in the middle with you
9. Collide
10. Make it rain
11. Sugar
12. Money on my mind

E como faixa bônus, uma música que todo mundo conhece (inclusive eu! rsrs), mas que ganhou uma versão meio obscura na temporada passada, interpretada por um dos meus participantes favoritos - mas que não foi o campeão, infelizmente. Mr. Taylor John Williams, interpretando Come together, dos Beatles:







Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen

8 comentários:

  1. Realmente o The Voice Usa é bem melhor do que o brasileiro. Acompanho também há algumas temporadas, e sempre me surpreendo com as apresentações feitas, porque são ousadas e deixam muitas músicas que adoro ainda mais legais. Até agora, a música que mais gostei quando foi interpretada foi a Counting stars, principalmente por quem foi cantada e também porque na fase das batalhas (minha parte favorita do programa).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Day, eu tbm curto a fase das batalhas, mostra realmente quem é quem, mas ainda prefiro o Top 12; é a partir dali que começo a me apegar a alguns cantores e torcer para que eles ganhem o programa.

      Excluir
  2. Nunca assisti The Voice, apesar de todo o mundo falar bem. Às vezes vejo um pedaço ou outro, sei que tem muitos artistas talentosos, mas o conjunto da obra não chama minha atenção :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto desses programas de cantores, acho que a pessoa tem q ter muita coragem pra se expor assim, e, no geral, acaba saindo coisa boa.

      Excluir
  3. Oi Jo,
    Não estou acompanhando a edição brasileira quando passa, imagina acompanhar a edição norte americana, mesmo tendo interpretações maravilhosas.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma pena Larissa, é um bom programa para passar o tempo, rsrs.

      Excluir
  4. Eu mal assisto o brasileiro dirá o americano ai, ai. Até gosto do programa, da ideia dele, mas não tenho muita paciência pra programas assim. Na realidade só gosto dos primeiros dias que é pra conhecer os candidatos e dos ultimos pra saber quem ganhou. E eu só assisto mesmo, quando algum deles me conquista. E é dificil que só.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liih, com certeza os primeiros dias são os mais divertidos, mas eu sou fã desse tipo de programa, rsrs.

      Excluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!