domingo, 10 de maio de 2015

Fala Rafa: Ensaio sobre as mães



Nosso princípio começa de uma maneira especial e somente quem conhece a tamanha importância disso reconhece o amor, e consegue não deixa-lo guardado.
Mãe já foi filha e antes de virar protetora classificou a frase "Em casa a gente conversa" como a pior escutada. 

Toda mãe que não levou o casaco, tomou friagem. 

Quando ela era teimosa escutava zilhões de vezes "Eu avisei" e repetia "Não vou mais desobedecer" mas logo esquecia. 

Uma mãe também ficou sabendo que não era todo mundo, só que, casualmente, virou a toda do filho.

Enquanto a genitora desaprende de ser criança, a criança aprende a ser principal.




Não importa o tanto de birras, de verduras empurradas goela a baixo, de notas vermelhas, de risadas em horas erradas, de pés descalços no chão frio, de sobremesa antes da refeição, quando a raiz consegue amadurecer um bom fruto permitindo que ele floresça. 

Portanto o fruto filho só colhe, porque quem plantou, um dia já colheu.

Todo dia é dia de regar o jardim da vida, mas aproveito hoje para agradecer a todas as fontes de inspiração que carregam um nome de três letras e conseguem fazer dele o maior do universo.



A única coisa que devemos a essas grandes mulheres é a retribuição, e mais confortável que deixar elas lavarem a louça do almoço é abraça-las devagar e com ternura, após cochichar em seus ouvidos o mais puro e sincero "Eu te amo!''.

Caso a sua não esteja por perto feche os olhos, respire fundo, e pense nas melhores palavras, pois aonde ela estiver vai sorrir de lado, afinal, mãe decifra até o que você não fala e vai ser para sempre o ser mais mágico que existe.
















Este post é válido para o Top Comentarista, participe!



Rafa Peres, resenhista e crônista, mantém o blog Minha Versão das Coisas, onde publica todos os seus textos.
Twitter: @Raafaperes

7 comentários:

  1. Ai que texto incrivel, gente! Muito lindo! Eu tive muita sorte *-* alem de todas as qualidades de uma mae perfeita que minha princesa tem, ela é minha melhor amiga e leitora ávida que nem eu! :3 :3 tudo lemos juntas kkkk e vemos seriados tbm o/

    ResponderExcluir
  2. Lindo e verdadeiro... parabéns Rafa!!!!

    ResponderExcluir
  3. O seu texto ficou tão expressivo, tão bonito, tão verdeiro, me tocou infinitamente.
    Mão consegue fazer "tempestade em copo d'água" e resolver tempestades de verdade com muita praticidade, como você disse, carregam três letras e constroem um universno inimaginável.
    Já fizeram birras e hoje nos mandam pegar a roupa no varal porque vai chover...
    Independente do quando e do onde, mães são sempre mães, ganhamos nossos diplomas juntas, mas nos formamos em cursos diferentes <3.
    Parabéns, o texto ficou maravilhoso!

    ResponderExcluir
  4. Rafa sempre bagaçando aqui com seus textos carregados de sentimentais. :)
    nem preciso falar nada, pq mães são mães né?

    beeijo

    ResponderExcluir
  5. Aiii que docuraaaa!!!
    Mãe é a responsabilidade maior, melhor, mais feliz e preocupante que possa existir - palavras da minha mamy!!!
    Elas são tudo de bom, ao mesmo tempo que parece nào entender nada do que queremos e fazemos - ledo engano!!
    Entendem e veem tudo, com o <3
    bjoos

    ResponderExcluir
  6. Que texto lindoooo, todas essas frases que as mães falam (inclusive a minha)...tento me lembrar em todos os momentos difíceis que passo e que ela está longe de mim !

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!