segunda-feira, 4 de maio de 2015

Um pouquinho de...

"Ele sorri, e uma pessoa de verdade rompe a máscara de desconfiança que ele estivera usando até agora. É bonitinho. O tipo bonitinho desajeitado, com cabelos escuros que quero tirar dos seus olhos e movimentos corporais exageradamente conscientes, como se tocar alguma coisa por acidente fosse uma crise. E os olhos... são estranhos, porém atraentes. É da cor que um pintor criaria, mas com muito esforço e uma paleta infinita para testar. São azuis e não são. É aquela cor que a gente vê pouco antes de o céu azul anil se dissolver no cor-de-rosa e ferrugem do pôr-do-sol. É o horizonte que não vi desde que entrei na floresta de arranha-céus de Manhattan."

(página 17, capítulo 2)


Este post é válido para o Top Comentarista, participe!



Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen

12 comentários:

  1. Oi Jo,
    Lindo esse quote, amei a última frase <333
    Preciso criar vergonha e ler os livros do Lavithan.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  2. Sempre quis ler, mas eu sempre deixo Invisível pra depois e daí já viu, né?
    Quote lindo!!! Vc também tem mania de colecionar "pedacinhos" dos livros que lê? eu vivo fazendo isso!

    Fofókices Literárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maah, tem uns livros meus q estão cheio de marcadores, pq cada trecho me ganha de uma maneira diferente, rsrsrs. É muito legal, pq depois a gente pode voltar e relembrar tudo que leu =)

      Excluir
  3. Adorei o trecho, mas eu tenho um defeito grande de leitora: qndo leio um livro do autor e nao gosto, nao tenho coragem de ler outro livro dele :( Li Will&Will do David com o John Green e os capitulos narrados pelo David eu tinha vontade de pular kkk nao gostei da narrativa dele :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jacqueline, esse eu ainda não li, mas por enquanto a escrita do David tem me agradado bastante. Veremos =)

      Excluir
  4. Que quote mais lindo! Eu acho que poucas vezes nos permitimos ver alguém assim, com tal detalhamento… Com aquele encanto que só sentimos quando deixamos de lado a monocromia a que a vida nos impõe. Quero muito ler esse livro, mas não tinha ideia de que a narrativa dele era tão poética.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francine, ele tem seus momentos de poesia sim, mas o livro é bem mais tenso que esse quote demostra. Leia e me conte o que achou.
      Bjos!

      Excluir
  5. Citação bem bacana, essa com certeza foi a descrição de olhos que mais me agradou, não foi nada superficial, "é azul e não é", eu gostaria de encontrar olhos assim.
    David Levithan me conquistou tem tempo, quero ler todos os seus livros...
    Encontrar nosso horizonte é tudo que precisamos <3!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Joe!
    lindo quote :) amei a parte "E os olhos... são estranhos, porém atraentes. É da cor que um pintor criaria, mas com muito esforço e uma paleta infinita para testar. São azuis e não são."
    sou meio fã de olhos azuis...
    beeijo

    ResponderExcluir
  7. Que fooofura!!
    Ai gente, eu querooo!!
    E essa capa é lindona né?!!
    Verde água, amoo!!
    bjoos
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Jo, daqui a pouco não tem mais o que ler.. tá escrevendo tudo aqui, rsrsrs Brincadeira !
    Essa semana achamos alguém com olhos azuis (estilo Bruno Gagliasso) para comentarmos. hahaha.
    Bjo !

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!