quinta-feira, 9 de julho de 2015

A forma da sombra [Resenha]

onde comprar: Caligo Editora 

"O romance de estreia de Fernando de Abreu Barreto carrega todas as características que são marcantes no autor: o texto direto e cru, o controle da tensão e a criação de personagens sólidos e profundos. Thriller ágil, que envolve o leitor nas primeiras páginas, o livro rompe a barreira do gênero e se insere entre os títulos de alta literatura brasileira, arrancando elogios de autorres contemporâneos consagrados, como Carola Saavedra."

Essa é uma daquelas estórias que envolvem o leitor desde o início, com um protagonista misterioso e psicologicamente perturbado.

Um condutor de metrô do Rio de Janeiro não gosta de pessoas nem da claridade do sol, por isso, ele passa muito tempo dentro dos túneis, mesmo quando não está trabalhando, para fugir da luz do sol. E esse foi um dos pontos que me conquistou rapidamente durante a leitura, pois me identifiquei com o protagonista, já que também não sou fã de sol e calor.

"O  inverno acabou bem antes de a primavera chegar, perversidade de quem rege o cosmos, tenha ele o nome que queiram dar. É a temperatura, a luminosidade refletida no concreto, tantos sorrisos distribuídos pelas ruas, que me fazem querer desaparecer." (página 29)

Além dessa característica muito peculiar, principalmente para um carioca, que geralmente ama o verão e suas praias, o personagem também vive sob um dilema psicológico por não se encaixar em nenhum lugar do mundo, não conseguir saber quem ele realmente é. Se por um lado ele leva uma vida comum, trabalhando e ganhando dinheiro para seu sustento, por outro, ele é um monstro escondido na pele de um cidadão de bem, mas que acredita não agir por maldade, e sim, por necessidade.

O próprio protagonista vai nos revelando os fatos que o convenceram de que ele é um ser único, desde a sua infância, quando ainda morava com a avó, e, após a morte dela, quando passou a viver num orfanato. Ele tentava manter distância das pessoas, mas ironicamente, precisava delas para sobreviver. Como um animal, ele via os seres humanos como uma presa, e essa era a única relação que queria ter com eles.

Acreditando  que realmente pertence a uma espécie diferente de ser, ele comete crimes, e acredita estar acima de qualquer suspeita. Ele também acha que, se um dia for descoberto, poderá justificar seus atos com base em seu instinto animal, apesar de temer não ser compreendido, pois, apesar de sua loucura, ele sabe que os homens temem aquilo que não conhecem.

"Soube, pela primeira vez, que ninguém compreenderia o que sou. Mais que conhecer a natureza da minha espécie, ninguém entenderia minhas motivações. Nenhum homem aceitaria a existência de um animal cujo impulso é devorá-lo sem atribuir a ele o rótulo de besta que deve ser abatida." (página 98)

O livro é curtinho, mas é muito denso. E isso não quer dizer que a estória é pesada, pelo contrário, ela é de fácil leitura, e o enredo é muito interessante, por ser diferente e surpreendente. Em vários momentos fiquei me perguntando se o personagem realmente acreditava ser um animal, ou se tudo não era apenas um sonho maluco que seria revelado no final.

Conheci esse livro através do Livrocast, onde o Marcelo entrevistou o autor, e imediatamente o comprei, para saber como a estória terminava: não me decepcionei. Fiquei impressionada com a escrita do autor, e modéstia à parte, em alguns trechos achei que se aproximava de alguns contos escritos por mim. Assim como o Livrocast indicou o livro, eu também o indico para todos os leitores, tenho certeza de que não vão se arrepender de dar uma chance a um autor nacional inteligente e que criou uma estória cheia de personalidade.


A forma da sombra
Fernando de Abreu Barreto
editora Caligo
116 páginas
nota do Skoob: 4.1
nota do blog:  4.6

9 comentários:

  1. Oi Joe!
    nossa! esse é o tipo de história que eu curto! fiquei curiosa :)
    eu acho super legal esse avanço que a literatura nacional está sofrendo. Cada vez mais surgem autores nacionais com histórias bacanas, que não deixam nada a desejar né?
    um beeijo!
    Visite o Mais um Trecho ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Carol, estamos com ótimos autores nacionais, mas que ainda precisam de mais espaço, além de um voto de confiança dos leitores. Eu não me decepcionei com as últimas leituras, e espero que continue assim.
      Vc vai adorar o livro sim, põe na lista de leituras, rsrs.
      Bjos!

      Excluir
  2. Falei no Twitter e repito aqui: como foi bom ler seu texto!

    Saber que você chegou o livro ouvindo a gente lá no LivroCast e ter a certeza de que você adorou a leitura é a melhor coisa que pode nos acontecer. Fico feliz MESMO! Hehe... E concordo com tudo que você disse acima: tema, leitura e opiniões.

    Passei sua postagem para o autor e ele em breve deve aparecer por aqui! Hehe

    E você escreve contos? Que bacana! Não sabia disso, mas gostei da notícia.

    Grande abraço, Joana! o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Marcelo, como eu sempre digo lá no Livrocast, vcs são os responsáveis pelo aumento constante da minha lista de leituras, rs. E eu agradeço por isso. Se todas elas forem tão satisfatórias quanto essa, ficarei muito feliz =)
      Sim, escrevo contos, quem sabe um dia eu os publique, ai vc pode ler ;)
      Obrigada! Abraços!

      Excluir
  3. Fico feliz que tenha gostado. Espero que todos gostem! Produzir algo que agrade tanto as pessoas me deixa muito feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernando!
      Eu tbm espero que mais pessoas gostem, por isso, estou indicando para todo mundo que conheço. E estou no aguardo do próximo livro ;)
      Abraço!

      Excluir
  4. Oii,
    Eu gostei da resenha apesar de não ser o tipo de livro que leio.
    Confesso que achei beeem interessante e espero que os autores melhorem muito mais *-*

    ResponderExcluir
  5. Olha esse não é bem o tipo de livro que eu curto não. Gosto mais de romances e tudo mais. Mas confesso que conseguistes me intrigar. E como conseguiu. E por ser nacional, só me intrigou ainda mais. Quero só ver quando ele estiver prestes a ser preso.

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
  6. Ameeeeei a resenha, e to supercuriosa também para saber o final!!
    Que coisaaaaa, hein! E que personagem!
    Já li livros assim, e sei que são bem densos, a maioria nem consegui terminar, mas esse já vai pra minha listinha (enoooorme kk).
    bjs

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!