quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Ghostgirl [Resenha]

onde comprar: Saraiva//Livraria da Folha//Extra 


"Charlotte Usher está no último ano do ensino médio e se sente praticamente invisível na escola, até que um dia fica invisível de verdade. Pior ainda, morre. E tudo por causa de um cara e uma bala de goma. Mas ele está tão desesperada para ser popular que o desejo permanece mesmo após sua morte repentina. Aproveitando suas habilidades de fantasma, Charlotte não descansará enquanto não conseguir o amor de Damen, o garoto dos seus sonhos."

Charlotte é uma adolescente meio nerd, que não tem amigos no colégio e cujo maior desejo é se tornar popular. Tão popular quanto Petula, a líder das cheerleaders e também namorada de Damen, o grande amor da vida de Charlotte.

Depois de um acidente ridículo, Charlotte morre, e ao passar para o lado dos mortos, descobre que nem lá consegue ser popular. Ela tem muitas coisas para aprender com os outros meninos mortos, mas só consegue pensar em conquistar Damen e ser popular. Cada um dos meninos mortos tem uma questão não resolvida em vida que precisam solucionar para passar para o outro lado, e Charlotte acredita que a sua é fazer Damen gostar dela. A princípio, ela se torna um tanto quanto egoísta, ignorando qualquer conselho de Pam, sua amiga morta, e se dedicando totalmente a arrumar um jeito de ir ao baile de outono e beijar Damen à meia-noite.

Para isso, ela acaba entrando no corpo de Scarlet, irmã de Petula, que é totalmente o oposto da patricinha: ela tem um estilo gótico encantador, gosta de boa música e tem opinião própria. Nessa tentativa de se aproximar de Damen sendo outra pessoa, Charlotte se mete em diversas confusões, inclusive, colocando em risco a passagem dos amigos mortos.

No início o livro se mostra quase infantil, apesar de ser um young-adult, mas depois ele consegue se encaixar no gênero, e a estória é bem leve e descontraída, o que não deixa a infantilidade tomar conta e nos fazer desistir da leitura. A trama é bem construída, e os personagens conquistam mesmo quando irritam. Petula é  muito chata e arrogante, enquanto Charlotte é egoísta, mas em contrapartida, Scarlet e Damen são muito fofos e apaixonantes.

A autora conseguiu fechar a estória com inteligência, não deixando questões a serem resolvidas no segundo livro da trilogia. Aliás, só descobri que tinha continuação depois que terminei de ler, e não consigo pensar em como ela poderá ser, ou se vai focar nos mesmos personagens do primeiro livro, já que aqui, o final foi feliz.

Depois de tanto tentar ser popular e conquistar aquilo que toda adolescente quer, ou seja, um namorado bonito, Charlotte finalmente descobre qual sua questão pendente, e a resolve, mas nesse momento me deu um pouco de pena dela, apesar de entender que deveria terminar como terminou. Gostei bastante do livro, mesmo sendo um pouco infantil. E recomendo a leitura para quem quer conhecer uma estória diferente e divertida. Com indicações de muitas bandas boas durante a narrativa.


Ghostgirl
Tonya Hurley
editora Agir
320 páginas
nota do Skoob: 3.8
nota do blog: 3.8

10 comentários:

  1. Gosto mto qdo o blog apresenta um livro que não conheço.
    Pela capa achei que fosse algo mais infantil, mas pelo q vc falou a história evolui e consegue atrai o leitor.
    Fiquei curiosa qto a questão pendente da protagonista, com certeza nao é o garoto.. Hehe.
    Parece ser um livro q a gente ler em poucas horas... Gostei no geral.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Suzzy, ele é bem simples e rápido para ler, além de ter um design incrível, que deixa tudo mais bonito. Olha, eu achava q a questão pendente dela era o menino, mas depois comecei a achar q um namorinho de colégio era algo muito pequeno para se levar para o outro lado, rsrsrs.
      Leia e depois me conte o q achou.
      Bjos!

      Excluir
  2. parece ser bem divertido mesmo o livro, nao sabia que era uma trilogia, será que a sequencia já foi lançada? fiquei bem curiosa pra ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm não sabia q era uma trilogia, mas sei q o segundo já tem no Brasil. O terceiro ainda não tem data de publicação por aqui.
      Bjos!

      Excluir
  3. Oi Jo,
    Diferente e parece ser muito bacana o livro. Amo YA, só não sei se leria agora por ser uma trilogia =(, estou com muuuitas séries inacabadas haha.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  4. Que legaaaaal!!!
    Amei!
    Nunca tinha ouvido falar dele, mas amooooo livros com histórias fantasiosas!!! E esse parece ser mais leve e divertido, nada muito aterrorizante! rs
    vou anotar aqui, e assim que der, lerei!!
    bjos

    ResponderExcluir
  5. Quando vi a capa achei que se tratava de um terror e já comecei a ler com um pé atrás rs
    Gostei da ideia do livro até porquê nunca li nada assim, imagina "voltar" dos mortos pra conquistar alguém! Muito interessante, gostei.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Joana!
    Não costumo ler young-adult, só de vez em quando, e esse eu não me interessei: início quase infantil, protagonista egoísta... Se eu fosse ler seria apenas por causa de Scarlet e Damen, gosto de personagens fofos.
    Mas amei a capa do livro e sua resenha!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Esse livro parece muito com um filme que vive reprisando na sessão da tarde,uma patricinha de outro mundo,se não me engano.Gosto de livros assim pra aqueles momentos onde você está meio sem tempo e não quer uma leitura densa.E acho que os próximos livros devem falar desses amigos mortos dela.
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    No começo achei a historia meio maluca mas ao longo da resenha gostei bastante da historia parece diferente, bem engraça e uma leitura leve o que me conquistou também gostei muito da Scarlet e fiquei curiosa sobre o final !!!

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!