domingo, 11 de outubro de 2015

Fala, Rafa! - Pensador Cativante



Transformo a dor em pitangas de conforto.
Coloco vida nos sentimentos esquecidos.
Faço do caminho estreito uma estrada macia com pérolas brilhantes espalhadas.

Flutuo entre os continentes sem ao menos sair do lugar.
Mastigo desgosto e cuspo bondade.
Bato asas em uma constante altura usando apenas a literatura.

Faço o alfabeto interessante através das minhas palavras esdrúxulas e leves.
O que é pequeno enxergo recheado, e o grande simplesmente, vazio.
Em minha cartola retiro jujubas falantes e escritoras.

-Você é mágico ?

-Não, sou um poeta.



Este post é válido para o Top Comentarista, participe!



Rafa Peres, resenhista e crônista, mantém o blog Minha Versão das Coisas, onde publica todos os seus textos.
Twitter: @Raafaperes

2 comentários:

  1. Oi, Rafa. Que poema lindo! Gostei bastante da sua escrita em forma de poesia, contando sobre as diversas passagens da vida, como a dor e a literatura. Das citações, as minhas preferidas foram: "Transformo a dor em pitangas de conforto." e "Bato asas em uma constante altura usando apenas a literatura." Parabéns!

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!