sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Sexta de música #104: Ir ou não ir ao show do Muse? Eis a questão!

O Muse vem ao Brasil com a turnê de seu novo álbum, Drones, no próximo dia 24 e, aparentemente, ainda existem inúmeros ingressos disponíveis, visto que a empresa responsável pela venda está fazendo algumas promoções nas redes sociais, tipo leve 3 e pague 2.




Me tornei fã da banda em meados de 2008, quando vi uma entrevista da Pitty na MTV, falando sobre suas influências, inspirações e bandas preferidas, e entre elas a cantora citou o Muse. Eu, que nunca tinha ouvido nada deles, fui procurar para saber se era mesmo bom, e gostei. A primeira música que ouvi deles foi Starlight, e tudo nela me conquistou: desde a letra melancólica e apaixonada até o vídeo, com aquelas imagens meio embaçadas e os fogos de artifício fazendo contraponto com o clima sombrio das imagens, tudo deixa a música ainda marcante.




Logo depois, para minha surpresa, descobri que o Muse teria uma música na trilha sonora do filme Twilight, chamada Supermassive Black Hole, que foi a responsável por torná-los mais conhecidos aqui no Brasil. Essa nem de longe é a minha preferida deles, mas tem muita fã de Crepúsculo que adora, ainda mais depois que a autora Stephenie Meyer declarou no final de um de seus livros que a banda era uma de suas inspirações na hora de escrever.


Supermassive Black Hole está nessa cena de Crepúsculo

O Muse é uma banda que talvez não agrade as grandes massas, por ter um som mais alternativo, com canções que beiram a depressão, mas ela tem lá suas qualidades. O sotaque britânico fofo do vocalista Matt Bellamy soa bem aos meus ouvidos, e a guitarra meio estridente de alguns de seus solos podem te manter acordado enquanto realiza uma tarefa chata.




Por tudo, isso que vocês podem dar uma chance à banda, e quem sabe, o Muse acaba conquistando vocês também. Infelizmente, não vou ao show (a crise tá braba!), mas espero que todos se divirtam muito por lá, e quem sabe numa próxima visita deles a gente se encontre. Confiram o trailer da turnê e sintam um pouquinho do que vai ser o show por aqui:




Para conhecer mais sobre os caras e o trabalho deles, visitem seu site clicando aqui, e sigam o perfil da banda no Twitter, onde eles constantemente interagem com os fãs. Agora é só curtir a playlist e torcer para que eles voltem logo:




1. Starlight
2. Muse
3. Undisclosed desires
4. Neutron star collision
5. Feeling good
6. Bliss
7. New born
8. Plug in baby
9. Psycho
10. Time is running out
11. Hysteria
12. Dead inside
13. Unintended
14. Dead star
15. Butterflies and hurricanes

Como bônus, deixo o vídeo do cover que o Muse fez do clássico Can't take my eyes of you. Ficou show!






Este post é válido para o Top Comentarista, participe!


Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen



2 comentários:

  1. Joana, eu me interessei pela banda quando vi que é uma das inspirações da Pitty. Gostei bastante do seu trajeto até chegar ao estrelato, ou quase fama. Mas o seu gênero musical não me agradou quando escutei, realmente possui tons bem melancólicos e depressivos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a sinceridade na sua resposta, rsrs. Entendo que eles fazem um tipo de música que pode não agradar a maioria, mas têm seu valor.

      Excluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!