segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Um pouquinho de...

"- Vou aplicar a pergunta infalível. Responda sem pensar: qual a maior canção de amor de todos os tempos?
- Fácil. É... Deixa eu ver... A maior canção de amor.. - Cristal franziu a testa. - De todos os tempos? Eu... Não faço ideia. Deve ser alguma dos Beatles, oi do Elvis, sei lá.
- Ahaaa! Eu falei
- Hum... E qual seria?
Ele estendeu a mão, baixou as costas e perguntou:
- Aceita o prazer de uma última dança?
- A gente já dançou alguma vez, por acaso?
- Não, mas eu sempre quis dizer isso a alguém.
- Saiba que o índice ´fascinante´acaba de subir para 30%.
Pedro ligou o aparelho de som e a música entrou. Os dois começaram a dançar, como se ´Can't take my eyes off you' fosse uma valsa. O escritório colorido se transformou no cenário de um filme psicodélicos, as cores passando de um lado para outro e ele perdendo a noção de espaço e tempo.
- Agora canta comigo o maior refrão da história. Vai...
E então ele gritou, na entrada do refrão:
- I love you baby..."


(página 92, capítulo 21)


Este post é válido para o Top Comentarista, participe!


Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen



7 comentários:

  1. Oi, Joana. O Maurício Gomyde me conquistou com este livro. Com uma premissa de deixar qualquer um com o queixo caído, o autor nos promete uma história reflexiva e, literalmente, surpreendente. Gostei muito do quote!

    ResponderExcluir
  2. Joana, tem como não desejar ler esta obra de Maurício depois desta demostração que você nos trouxe aqui? A história parece ser linda, uma história verdadeiramente surpreendente.

    ResponderExcluir
  3. SOCORROOOO!!! esse livro não me interessou até o momento em que vim até aqui e me deparei com esse quote. essa música é perfeita e me lembra um dos filmes que mais amo no mundo, que não poderia ser outro que não Dez Coisas que Odeio em você. Mas acho que seria extremo ler um livro que não me chama atenção só por causa de uma música né kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. SOCORROOOO!!! esse livro não me interessou até o momento em que vim até aqui e me deparei com esse quote. essa música é perfeita e me lembra um dos filmes que mais amo no mundo, que não poderia ser outro que não Dez Coisas que Odeio em você. Mas acho que seria extremo ler um livro que não me chama atenção só por causa de uma música né kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Joana!
    Adoro o autor, é um dos meus favoritos nacionais.
    O livro está nos meus desejados, porque é o único que ainda não li do autor e está bem badalado.
    “Só é lutador quem sabe lutar consigo mesmo.”(Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  6. Eu coloquei a música para tocar aqui -pura curiosidade-, mas confesso que não gostei muito, ainda assim, tenho certeza que a cena foi romântica -na minha cabeça foi extremamente romântica-.
    Adoro esses personagens meio vintage, que apreciam coisas "fora de moda", coisas antigas mesmo, que tem pensamentos próprios e falam coisas apenas porque gostariam de falar.
    Tenho expectativa para esse livro, tenho sim ^^...

    ResponderExcluir
  7. Ai que fofo! Quero muito esse livro ^^
    Depois desse quote acho que muita gente vai querer conhecer o Pedro e a Cristal (inclusive eu
    \o/ ).
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!