quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Até que eu morra [Resenha]



"Kate e Vincent estão finalmente juntos em Paris, a cidade das luzes e do amor. Mas esse amor carrega uma questão que não pode ser ignorada: como eles poderão permanecer juntos se Vincent não resistir a se sacrificar para salvar outros mortais? A promessa de levar uma vida normal com Kate significa deixar que pessoas inocentes morram? Quando um novo e inesperado inimigo se revela, Kate descobre que há muito mais coisas em risco... e que até mesmo a imortalidade de Vincent pode estar ameaçada."

Depois de conhecer Vincent e sua tribo, Kate não poderia estar mais envolvida. Num intervalo de meses, sua vida mudou completamente: perdeu os pais num acidente nos EUA, mudou-se para Paris para viver com os avós e se apaixonou por Vincent, um revenant. Agora ela está mergulhada no sobrenatural, convivendo com seres imortais que ela nunca imaginava existir.

Como revenant, Vincent tem a missão de salvar humanos à beira da morte, mas, para isso, ele mesmo tem que passar por um processo de morte e ressuscitação, que apavora Kate, e, em nome do amor que estão vivendo, ele busca uma solução para fugir da sua própria natureza e conviver com a garota sem precisar morrer e reviver a todo momento.

Claro que tudo isso tem um preço alto a pagar, mas ele está disposto a piorar pra depois melhorar. Por outro lado, Kate não aguenta vê-lo se torturar tanto, e sai em busca de saída diferente esse problema. Nessa pesquisa, Kate acaba se envolvendo com poderes maiores do que ela esperava, e rivais dos revenants, os numa, que são criaturas extremamente perigosas. Isso pode colocar em risco não só sua vida, mas também de sua irmã e de Vincent.

Enquanto Kate fica cada vez mais preocupada com o estado de seu namorado, ela encontra apoio em Violette, uma revenant muito mais velha que os outros e que veio de longe para ajudar os imortais a resolver uma situação complicada. A pequena Violette se mostra muito amiga de Kate e a ajuda a aprender muita coisa sobre os revenants, que podem lhe ajudar no relacionamento com Vincent.

Claro que todos esses fatores se juntam e quase terminam em tragédia. E o final deixa uma situação tensa para ser resolvida no próximo livro. Isso é ao mesmo tempo um ponto positivo e negativo na estória: enquanto o desfecho cria uma expectativa enorme no leitor para descobrir o que vai acontecer com Vincent, ele também pode decepcionar os mais curiosos e ansiosos, pois tudo fica em aberto, e, aparentemente, não conseguimos ver uma saída para a situação de Kate e os revenants.

Por ser o volume dois de uma trilogia, o ritmo é bastante lento, e as coisas demoram demais a engrenar. Se no primeiro foi necessário explicar todo o universo dos revenants, aqui a autora poderia ter aproveitado para explorar mais esse assunto, com mais agilidade e inserindo novos elementos. Eu achei que faltou um pouco de dinâmica na escrita da autora, e, ainda que isso torne a leitura mais cansativa, a vontade de saber como vai terminar a disputa entre revenants e numas mantém a atenção do leitor.

A estória como um todo é muito interessante, e tenho certeza que no próximo volume da série tudo vai se acertar de forma convincente. E também espero que o ritmo narrativo mude e as coisas aconteçam mais rapidamente, sem grandes intervalos entre uma decisão e outra. Ah, e também torço para que o romance de Kate e Vincent esquente um pouco mais. Leiam e descubram o que estou querendo dizer.


Até que eu morra
Amy Plum
editora Farol Literário
429 páginas
nota do Skoob: 4.3
nota do blog: 3.9


Este post é válido para o Top Comentarista, participe!


Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen

4 comentários:

  1. Eu não conhecia a série. Mas, gostei demais da história, embora tenha entendido pouco por não saber muito do primeiro livro. Mas é um livro que acho lindo e que com certeza acho que é daqueles que te prende do começo ao fim né? Entrou para a lista.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente ainda nao conheço essa série, mas já vi que irei me apaixonar assim que começar a ler o livro, ja esta na lista.

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia a serie e infelizmente ela não chamou muito a minha atenção, não gosto muito desses livros de imortais e de salvar humanos e essas coisas, não faz muito meu estilo.

    ResponderExcluir
  4. Oiie,
    Eu ainda não li o primeiro livro da série, mas tinha muita curiosidade, pena que esse segundo livro foi lento, e não foi o esperado, quem sabe quando eu tiver uma oportunidade venha a ler.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!