quinta-feira, 28 de abril de 2016

Pó de lua [Resenha]

onde comprar: Saraiva//Submarino//Fnac

"Em 2011, discretamente, a publicitária Clarice Freire criou no Facebook uma página para reunir seus escritos e desenho. Batizou-a como Pó de lua, sua receita infalível 'para tirar a gravidade das coisas'. Desde então, ela vem conquistando uma legião de fãs fiéis e engajados, que se encantaram com a delicadeza de seus pensamentos, seu humor sutil e o traço despretensioso, que combina desenhos e até fragmentos de palavras. O livro tem o formato de um dos cadernos moleskine onde Clarice exercita sua criatividade. Inspirada pelas fases da lua, ela trata em frases concisas e certeiras, sentimentos como a saudade, o medo, a paixão e a alegria, sempre com sua caligrafia característica, ilustradas com muitos desenhos."

Enfim li Pó de lua. Um livro visualmente encantador, e cheio de frases que vão de motivacionais e pequenas poesias repletas de sentimento. As ilustrações (lindas!) complementam com elegância a escrita da autora, e são o que dá o toque especial à obra.

Algumas frase e imagens do livro


Utilizando como base as quatro fases da lua, a autora, separa seus microtextos em partes específicas, e os versos de cada bloco têm um tema que os une. Da mesma forma, os desenhos vão acompanhando essa temática, e deixam os escritos mais ou menos iluminados, conforme a carga de cada poema.

A linguagem utilizada pela autora é bem acessível, e suas construções são quase musicais em alguns momentos. A poesia de Clarice é simples, porém, criativa, e com isso ela conquista desde o leitor já acostumado a ler poemas até aqueles que nunca tiveram contato com um verso antes.

Um dos muitos jogos de palavras que se transformam em poesia

O livro tem seu valor: o projeto gráfico é impressionante, desde a arte da capa até a lateral, com páginas azuis, e principalmente pelo cuidado que a editora teve ao diagramar as ilustrações de forma artística, transformando cada página numa obra de arte. Apesar de todas essas qualidades, o livro não é para mim: entendo o valor que ele tem e aprecio o trabalho da autora, mas, pela perspectiva de uma leitora mais experiente, ele remete àquelas agendas que toda adolescente tinha, onde guardava suas lembranças mais preciosas ou extravasava sua rebeldia teen.


Pó de lua
Clarice Freire
editora Intrínseca
192 páginas
nota do Skoob: 4.5
nota do blog: 3.0

Este post é válido para o Top Comentarista, participe!


Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen

3 comentários:

  1. Acho que a edição está muito lindaa, a editora ta de parabéns! Ja conhecia a clarice, mas nunca li po de lua, tenho muita vontade. Nao é algo que costume ler, mas sei que esse livro vai ser muito fofo e tocante, quero mto!

    ResponderExcluir
  2. Eu achei lindo a diagramação, desenhos e tal, uma fofura!!!!
    Porém, confesso que também achei muito adolescente, puro, gracinha,mas nada muito profundo ou reflexivo.
    bjss
    Ana,
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muito fofo o livro! Mas também não é pra mim, livros com muitos desenhos me incomodam e eu nem sei o motivo direito.

    http://notasmentaisparaumdiaqualquer.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!