segunda-feira, 16 de maio de 2016

Tempestades de sangue [Resenha]



"Durante o último ataque de mitológicos à Fortaleza Negra, Sasha sofreu perdas irreparáveis. Agora, só o que ela quer é juntar os cacos e seguir em frente. Mas, quando menos espera, ela se depara com um esquema de tráfico de sangue dentro da Fortaleza e resolve usar essa informação para se aproximar de Klaus, o líder dos Mestres vampiros. Já Mikhail viaja na companhia dos irmãos, numa caçada aos mitológicos, e está concentrado em encontrar seus inimigos e dar fim ao grupo que atacou a Fortaleza. Mal sabe ele que, enquanto isso, Sasha está se arriscando para desvendar todo o mistério que envolve o tráfico de sangue, ao mesmo tempo que tenta se reaproximar de Blake, cientista que criou uma arma para exterminar mitológicos, mas que pode estar tramando contra os Mestres. Sem que imagine, as investigações de Sasha a levam a percorrer um caminho sem volta que acaba se tornando seu pior pesadelo."

A continuação de Fortaleza Negra volta ao ponto onde o primeiro terminou (relembrem com a resenha clicando aqui), e Sasha continua se sentindo abandonada por Mikhail. Muito por causa dessa sensação, ela acaba se envolvendo em outras confusões, inclusive com o superpoderoso Mestre Klaus, aquele irmão de Mikhail que nunca foi com a cara dela.

Depois de outras grandes tragédias acontecerem dentro da Fortaleza, Sasha fica ainda mais próxima de seus amigos, Kurt e Lara, mas, por outro lado, ela também volta a se relacionar com Blake, jovem cientista que trabalha com seu pai no desenvolvimento da super arma que irá dizimar os mitológicos, únicos inimigos dos vampiros e maior ameaça à vida dentro da Fortaleza.

Nessas suas conversas com Blake, Sasha ouve algumas coisas que a fazem desconfiar dele, e tudo leva a crer que o menino vai usar a arma secreta dos vampiros contra os próprios, favorecendo a entrada dos mitológicos na Fortaleza. A partir dessa descoberta, ela decide impedi-lo de fazer isso, sozinha e sem o conhecimento de ninguém.

Essa sua atitude a coloca no maior perigo que ela já viveu, presa nas garras dos maior inimigo de Mikhail e os outros Mestres, e que pretende matá-la apenas para fazer seu amado vampiro sofrer. Além disso, ele quer invadir a Fortaleza, matar os mestres e assumir o controle do lugar. Sasha não vê saída, e até que ela consiga sair dessa situação de vida ou morte, muita coisa acontece, e ela sofre como nunca.

Por outro lado, Mikhail está sofrendo com a distância, e quer logo voltar para casa, para sua Sasha. Apesar disso, com tudo o que está acontecendo, um romance com uma jovem humana não é prioridade para o Mestre, e o namoro dos dois não vai a lugar algum.

Nesse segundo livro há muito sofrimento, muito sangue e  fortalecimento de laços de amizade e familiares, além de um conhecimento maior dos outros Mestres, além de Mikhail. A autora nos mostra mais detalhes de seus pensamentos e do que eles acham da relação do Mestre com Sasha. De forma brilhante, a autora deixa o final em aberto para o próximo livro da trilogia, e isso ao mesmo tempo que nos deixa muito irritados, nos faz querer agradecer a Kel Costa  por ser tão competente na criação de suas estórias.

Tempestades de sangue talvez seja até melhor que seu predecessor, por manter a linha vampiros clássicos com um toque de modernidade na ambientação, e personagens muito bem construídos. O enredo é envolvente e dinâmico, não há enrolação, e a cada página um acontecimento que deixa o leitor apavorado e ao mesmo tempo apaixonado pela estória. O universo criado pela autora é capaz de agradar aos fãs mais radicais e também conquistar aquelas meninas órfãs de um certo vampiro brilhante.

Leiam e se encantem por Mikhail, assim como vocês se encantaram por Lestat ou Drácula. A estória de Kel Costa não deve em nada para os clássicos vampiros da literatura, e vai deixa-los ansiosos pelo próximo volume.



Tempestades de sangue - Fortaleza negra #2
Kel Costa
editora Jangada
304 páginas
nota no Skoob: 4.7
nota do blog: 4.8


Este post é válido para o Top Comentarista, participe!


Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen

5 comentários:

  1. Olá!
    O livro não me chamou muita atenção, não sou muito de ler livros sobre vampiros e tudo mais, não me atraem :/

    ResponderExcluir
  2. Vejo muita gente falando muito bem da escrita da autora e desses livros. Saber que ela é nacional também me fez querer ver se eu também gostaria. Faz bastante tempo que não leio livros de vampiros, acho que o último foi a saga crepúsculo, há muito tempo kkkk
    Vou procurar ler o primeiro livro e se gostar der continuação a história :)

    ResponderExcluir
  3. Só ouço coisas boas dos livros dessa série da Kel Costa e quero ler com certeza, mas como você disse que tem um final em aberto e eu temo que vá me apaixonar por Mikhail e Sasha rsrs, acho que vou aguardar lançar logo o terceiro pra começar a ler a série, odeio ficar no suspense. O fato do livro ser nacional, só me deixa mais interessada, pois tenho lido livros muito bons de autoras nacionais e acho ótimo valorizarmos nossos autores.

    ResponderExcluir
  4. Oi Joana!
    Não conhecia a série, fiquei um pouco a aérea na resenha talvez por não conhecer tão bem a história do primeiro livro. Confesso que achei o enrendo interessante, porem já não aguento mais ler sobre vampiros, por isso não leria esse livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Joana, eu ainda não conhecia esse livro mas parece ser muito interessante, contudo não pretendo lê-lo no momento, pois estou meio saturada de livros com pegada sobrenatural. Espero que a autora consiga fazer muito sucesso, beijo!

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!