segunda-feira, 9 de maio de 2016

Um pouquinho de...

"Toquei a última corda e também a afinei muito ligeiramente. Fiz um acorde simples e o dedilhei. O som produzido foi suave e afinado. Desloquei um dedo e o acorde tornou-se menor, de um jeito que sempre me soara como se o alaúde dissesse 'triste'. Tornei a mover as mãos e ele produziu dois acordes que segredavam um para o outro. E então, sem perceber o que fazia, comecei a tocar.
As cordas provocaram uma sensação estranha em meus dedos, como a de amigos que se reencontram depois de haverem esquecido o que tinham em comum. Toquei baixo e devagar, sem levar as notas além do círculo de luz de nossa fogueira. Dedos e cordas travaram uma conversa cuidadosa, como se sua dança descrevesse os versos de um enamoramento. 
E então senti alguma coisa romper-se dentro de mim e a música começou a se derramar em silêncio. Meus dedos dançaram; intrincados e velozes, teceram  algo diáfano e trêmulo no círculo da luz da fogueira. A música se moveu qual teia de aranha balançada por uma brisa suave, mudou como uma folha rodopiando ao cair e soou como três anos de Beira-Mar em Tarberan, com um vazio por dentro e mãos doendo de frio intenso."

(página 215, capítulo 34)



Este post é válido para o Top Comentarista, participe!


Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen

6 comentários:

  1. Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas é a primeira vez que leio um trecho dele e achei bem interessante, sei que esse é um livro grande e que é bem recomendado, pois já vi muitas criticas positivas e gostaria de lê-lo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Joana!
    Nunca tinha visto esse livro, gostei do trecho retirado do livro, me pareceu até um poema, vi que a cotação dele no skoob é bem alta e ele é muito elogiado, até dei uma olhadinha no preço, mais ta bem salgado.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Jô,
    Esse é um dos meus livros favoritos e estou querendo relê-lo para pegar O Temor do Sábio logo em seguida, é até difícil escolher um trecho dele para destacar em meio a tanta perfeição

    Grande abraço!!!

    http://leitorantissocial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Gostei desse trecho, achei um tanto poético! Muito lindo mesmo <3

    ResponderExcluir
  5. Adorei a citação!
    Tenho muita vontade de ler esse livro, vejo muitos comentários e resenhas positivas sobre ele e fiquei curiosa para lê-lo. Gosto de uma boa aventura. O único problema é que seu tamanho me intimida rs

    ResponderExcluir
  6. Eu adorei o trecho que você escolheu *-*
    Eu ainda não conhecia esse livro mas agora vou pesquisar mais um pouquinho sobre ele. Beijo!

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!