terça-feira, 26 de julho de 2016

TAG: Book Sacrifice















Vi essa TAG no LiteRata, e adorei as respostas da Ju, então resolvi fazer também. A brincadeira é simples: responder quatro perguntas com livros que você gostaria de sacrificar, das mais diversas formas e por vários motivos. Mas calma gente, é só brincadeira, nenhum livro foi ferido durante a montagem desse post.

- Estamos vivendo um apocalipse zumbi e a cura são os livros superestimados. Qual livro você sacrificaria para matar um zumbi?




Esse livro é tão desnecessário para a humanidade, que acho que seria uma ótima arma contra um zumbi. Contos de fadas transformados em contos eróticos, de muito mal gosto, e sem pé nem cabeça. Se querem ler para entender do que estou falando, é por sua conta e risco.

- Você sai do salão com o cabelo lindo, mas está caindo o maior temporal, e você, obviamente, está sem seu guarda-chuva. Qual série você usa para proteger o penteado?




Não funcionou pra mim essa série da Sylvia Day. Não consigo gostar da dinâmica do relacionamento entre Eva e Cross, e também não me empolguei com as cenas mais quentes do casal. Apesar da narrativa da autora ser bem simples e os livros não serem muito extensos, demoro semanas para terminar a leitura, e até hoje não consigo entender porque insisti tanto com a quadrilogia, já que desde o primeiro volume eu percebi que não gostaria da estória.

- Você está numa palestra em que o professor cisma de defender um clássico que você detesta e não consegue entender qual a relevância dele para o mundo. Qual clássico você tacaria na cabeça do palestrante?




Pra falar a verdade, acho que eu não chegaria ao extremo de jogar esse livro na cabeça do pobre palestrante, mas continuo considerando-o um obstáculo impossível de transpor. Já tentei ler Sagarana, juro que foi com toda boa vontade que tentei decifrar suas indecifráveis frases iniciais, mas foi em vão.

- Vivemos uma nova era glacial e você precisa fazer uma fogueira para sobreviver. Qual livro, dentre todos os que já leu, será o escolhido para alimentar o fogo?




Li recentemente, como parte da #MLI2016, mas foi uma tortura! E, novamente, não sei que curiosidade mórbida me levou a terminá-lo. Ele era tão fininho, com uma capa e um título tão legais, e a sinopse apresentava uma estória tão interessante que me convenceu, mas a realidade foi totalmente diferente: o enredo não se parece em nada com o prometido pela sinopse, e a linguagem é mil vezes mais rebuscada que a usada por Machado de Assis.

Dentre as minhas escolhas, vocês salvariam algum livro? E qual seria a resposta de vocês para alguma dessas perguntas? Deixem nos comentários suas respostas, vou adorar saber. E se vocês quiserem reproduzir a TAG, fiquem a vontade, mas não se esqueçam de citar a fonte (juro que tentei achar quem foi a primeira pessoa a respondê-la, mas não consegui, então, citem o Coisas que eu sei que eu sei e o LiteRata, ok?).

Beijos de luz!

Este post é válido para o Top Comentarista, participe!


Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Adorei Jo, dos livros que vc citou não li nenhum, mas conheço Sagarana e a série da Sylvia Day que já nem li mas nem tenho vontade. Não sei onde a Tag surgiu tbm, mas a Sammy do Da Imaginação à Escrita foi quem indicou a Nath do Pobre Leitora que depois me indicou kkkkkkk, acho que deu pra entender rs

    ResponderExcluir
  3. Adorei suas respostas kkk mas só conheço por nomes os livros da Sylvia Day, ganhei o primeiro e li as duas primeiras páginas e já detestei não consegui passar disso!
    Doei o livro, porque pra mim não da!!
    rs
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm não gostei dos livros da Sylvia Day, mas fui mais teimosa q vc, e continuei a leitura. Até agora não sei como consegui!
      18

      Excluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!