quinta-feira, 29 de setembro de 2016

O caderninho de desafios de Dash e Lily [Resenha]

onde comprar: Submarino//Americanas//Amazon

"O novo livro de David Levithan e Rachel Cohn acompanha a dupla Lily e Dash: ela está doida para se apaixonar e, para encontrar o par perfeito, decide criar um caderninho cheio de tarefas de deixá-lo na livraria mais caótica de Manhattan. Quem encontra esse moleskine é Dash, e os dois começam a se corresponder e trocar sonhos, desafios e desejos no caderninho, que vai se perdendo nos mais diversos lugares de New York."

Um young adult muito leve e descontraído, que comecei a ler depois de conhecê-lo no Mochilão da Galera Record, e que me fez sentir saudades da adolescência e da descoberta do primeiro amor.

Lily, uma garota de 16 anos que não é muito popular mas também, não é totalmente excluída, e que ama o Natal, mas, justamente nessa época do ano, vê seus pais viajarem para uma segunda lua de mel e mudarem toda a tradição familiar. Sozinha com o irmão, Lily fica entendiada e cria o caderninho de desafios que mudará sua vida.

Com a ajuda do irmão, Lily cria um desafio que só uma pessoa que tivesse gostos parecidos com os dela iria conseguir solucionar. Ela deixa o caderninho numa prateleira específica da melhor livraria da cidade e espera que um bom candidato a namorado o encontre.

Do outro lado está Dash, um menino de 17 anos, um tanto quanto solitário, e muito inteligente. Apaixonado por livros e por palavras - o que já me fez gostar dele de cara -, ele adora passar seus das na livraria, e encontra o moleskine de Lily. Para ele o primeiro desafio foi moleza, e a partir daí eles passaram a trocar tanto desafio quanto confidências através do caderno vermelho. Ele não gosta de Natal, e sua marra com todos os preparativos para a data fazem um contraponto com a empolgação de Lily, mas apesar disso, eles têm muito em comum.

No decorrer da narrativa, percebemos que ambos gostam de ficar sozinhos, apesar de Lily gostar de passar as festas com a família. Talvez Dash não tenha se apegado ao Natal por ser filho de pais separados, que não criaram essa tradição. Por isso, ele se mete nas situações mais hilarias ao tentar cumprir os desafios do caderno que envolvem cenários natalinos. 

Cada desafio é uma aventura, e o interessante é que cada capítulo é narrado por um personagem, o que proporciona ao leitor uma visão total do que está acontecendo e do que eles estão pensando. E também são capítulos curtos, que facilitam a leitura e impulsionam o leitor a continuar seguindo até o fim do livro sem parar.

E o cenário não poderia ser mais cativante: New York na época do Natal é linda, e tem neve! Além disso, os autores nos guiam por diversos pontos turísticos da cidade, aguçando aquela vontade de estar lá, nas festas de final de ano, fazendo compras e comendo donuts.

Todos os desafios e desabafos entre Lily e Dash os aproxima rapidamente, é o leitor torce para que eles se encontrem e se identifiquem tanto quanto no caderninho, mas isso não acontece como o esperado, e, apesar de saberem que têm muito em comum, eles se atrapalham um pouco com seus sentimentos e parece que tudo vai se perder.

A escrita dos autores é gostosa de ler, seus personagens são cheios de características marcantes e a trama, apesar de ser quase infantil em alguns momentos, é bem divertida e bem construída. É muito gostoso acompanhar Dash e Lily se autoconhecendo enquanto descobrem o outro, perceber que eles começam a amadurecer durante esse processo, e que a chegada do primeiro amor os ajuda a sair da casca, enfrentar seus medos e dificuldades e abrir o coração para o outro.

Esse é um livro bem simples, uma leitura para espairecer a cabeça, sair daquela ressaca literária, ou então começar no universo da literatura. Com uma estória bem leve e momentos divertidos, os autores conseguem entreter sem esforço, mas com muita competência.


O caderninho de desafios de Dash e Lily
David Levithan e Rachel Cohen
editora Galera Record
256 páginas
nota do Skoob: 4.0
nota do blog: 3.8




Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!