quarta-feira, 12 de abril de 2017

Despertar de um sonho [Resenha]

onde comprar: baixe gratuitamente no site da Editora Draco

"Conto de Melissa Sá, autora da distopia Metrópole. Ilio é uma pessoa especial, podendo manipular a realidade com o poder da mente. Mas quando o mesmo sonho intenso lhe invade as noites, despertar para a dura realidade de um mundo morto só é possível pois nele pode estar uma revelação do futuro."

Esse conto é quase um spin-off da série Metrópole, então, quando comecei a ler fiquei um pouco perdida. Foi como cair de paraquedas em algo que já estava em andamento, mas aos poucos a leitura vai envolvendo e a coisa começa a clarear. Os personagens estão vivendo num mundo pós-guerra, embaixo da terra, pelo que demonstra a descrição do lugar, e todos trabalham numa sociedade organizada por habilidades. Por exemplo, a amiga de Ilio, Sara, tem facilidade para cuidar de pessoas, por isso, é aprendiz de curandeira. Mas Ilio parece um tanto divergente, e não emprega seu dom no trabalho: ele é telepata, mas prefere atuar na limpeza. Sua telepatia mostra, sempre no mesmo sonho, uma garota que ele não conhece, e que, de repente aparece no lugar. O problema é que ela parece não conhecê-lo, enquanto ele acredita que ela é especial.

A história é curta, porém, complexa, com Sara meio atrapalhada e Ilio cheio de conflitos internos e externos. Ele tem um rival chamado Hector, que o humilha em certo momento do conto, deixando claro que não o deseja ali, talvez por inveja de seus poderes psíquicos. Isso mostra a habilidade da autora, já quem em poucas páginas conseguiu criar um conflito entre os personagens e lançar no leitor a curiosidade sobre quem é a menina misteriosa dos sonhos de Ilio e se eles vão ser importantes um para o outro. Acredito que isso se deva resolver em Metrópole.


Despertar de um sonho
Melissa de Sá
13 páginas
editora Draco
nota no Skoob: 4.1
nota do blog: 4.3


Este post é válido para o Top Comentarista participe!


Joana Masen, quando não está resenhando, pintando e bordando por aqui, está escrevendo poesia no blog Milonga.
Twitter: @joana_masen

9 comentários:

  1. Joana, eu não conheço o livro, Metrópole nem este conto, mas pela breve resenha, me parece ser uma ótima história, por possuir personagens com poderes especiais e a trama se passar em um cenário pós-guerra.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Tramas que se passam na pós-guerra sempre me ganham. Este, mesmo sendo um spin-off é fascinante! Fiquei curiosa sobre os dons dos habitantes e como será o desfecho do personagens principais.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Joana!
    É difícil mesmo acompanhar um conto que é spin-off de uma série, mas sabe que me interessei mutio pelo plot?
    Gosto muito de enredos que trazem poderes psíquicos, telepatia, etc... mesmo que seja um pouco confuso.
    Boa Páscoa!
    “A sabedoria começa na reflexão.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  4. Aqui esse conto eu já amei, a temática de um mundo pós apocalíptico me deixa fascinada, saber como o autor cria um mundo tão detalhado e tão cheio de complexidade me deixa envolvida da primeira a ultima linha

    ResponderExcluir
  5. Oi Joana,
    Sou uma fã de distopias e por isso já me interessei por esta indicação. Tenho que aplaudir a autora por conseguir escrever uma conto deste gênero que requer muitos detalhes para imergir o leitor na narrativa. Em poucas páginas há uma descrição de cenário, personagens determinados e conflitos sociais que conferem uma história completa e bem desenvolvida.

    ResponderExcluir
  6. Oi Joana, tudo bem?
    Nunca li a série Metrópole, e que bom que deu para acompanhar mesmo sem o conhecimento prévio da série. A história parece interessante, e fiquei curiosa pela escolha dele ter optado por ficar na limpeza ao invés de utilizar seu dom abertamente.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  7. Oi, Joana!!
    Adorei a sua indicação do conto!! Não conhecia a série Metrópole!! Mas gostei muito da premissa do conto então sem dúvida vou procurar os livros da série Metrópole.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia esse livro, nem o outro que você mencionou!
    Mas me pareceu legal!
    Não gosto de ler um livro e não saber do que se trata, então vou primeiro ler o primeiro livro, que é a coisa certa a fazer, se não vou ficar perdida!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  9. eu adoro uma história de distopia
    deve ser meio cruel ler um conto que faz alusão a um livro, você fica meio perdido com os personagens
    mas vou conferir para ver se gosto da escrita da autora!

    ResponderExcluir

Olá! Que bom ter você por aqui!
Fico feliz em receber seu comentário, crítica ou sugestão. Pode falar a vontade, esse espaço é seu. Acompanhe a resposta ao seu comentário clicando em "Notifique-me".
Obrigada pela visita!